Back to Blog

VAMPIROS DA MARVEL:DRÁCULA, BLADE, MORBIUS E OUTROS IMORTAIS NOS CINEMAS

ESCOLHA A RECOMPENSA E NOS AJUDE A PROSSEGUIRMOS AS ATIVIDADES

VAMPIROS DA MARVEL:DRÁCULA, BLADE, MORBIUS E OUTROS IMORTAIS NOS CINEMAS são um assunto que há uma década atrás eu nem pensava em desenvolver por aqui. A referência absoluta e popular dos vampiros da Marvel na cultura pop acaba sendo o Blade, da trilogia interpretada pelo Wesley Snipes muito mais interessante e charmoso do que seu par no obscuro seriado homônimo. Aliás um vampiro negro de respeito e dos mais conhecidos da atualidade que graças ao cinema se tornou inesquecível. Claro há muitos outros vampiros negros e falamos deles aqui também. Aproveite, um pouco de sabedoria subversiva nunca é demais nesses tempos estranhos que vivemos. Vamos então aos VAMPIROS DA MARVEL:DRÁCULA, BLADE, MORBIUS E OUTROS IMORTAIS NOS CINEMAS

Falar de vampiros e vampiras na editora Marvel e no
chamado MCU (o universo cinematográfico deles nos cinemas e agoras nas séries do Disney +) é extremamente divertido. Até porque dá a impressão que estamos investigando uma mitologia extremamente rica e muito bem escondida – mas de certa maneira a vista como os truques de um ilusionista.

TUDO MUDA COM O DARKHOLD: O LIVRO DOS PECADOS

Com a introdução do livro amaldiçoado Darkhold (Livro dos Pecados) na recente e bem sucedida mini-série WandaVision oferecida no streaming Disney+ – o tópico dos vampiros na Marvel entrou no meu radar. Vemos que obra também foi mencionada nas séries menores como Agents of Shield e Runnaways. Vamos acrescer nesta contagem também o anuncio de um novo filme de Blade, agora situado no MCU – e o vindouro lançamento de Morbius pela Sony Pictures. Agora sim podemos falar de vampiros na Marvel. E nesse artigo eu te provo!

Convêm observar que existem bem mais de 100 personagens vampirescos na casa das ideias! O que forma uma realidade tão rica na sua pluralidade quanto a dos Mutantes, Inumanos, dos Feiticeiros e das entidades cósmicas. Então temos vampiros na Marvel sim. E olha tudo leva a crer que eles vem a galope para os cinemas, até porque os mortos vivos e os vampiros vivos viajam rápido! Então, a seguir selecionei os mais relevantes e curiosos deles para este artigo. Também ofereço uma visão das suas “seitas”, seus “tipos” e alguns possíveis “spoilers” de como eles serão aproveitados nas telonas. Como falar de Marvel também é lidar com rumores, exploro alguns também ao longo deste artigo.

DARKHOLD E AS ORIGENS DOS VAMPIROS NA MARVEL

O Darkhold foi criado na Dark Dimension e é feito de matéria obscura. A história conta que o livro tem conhecimento infinito, sendo uma das armas mais poderosas do Universo Marvel. Conhecido como O Livro dos Pecados. Ele é o próprio deus ou o demônio chamado Chthon, mas essa é uma história complexa. O pessoal prefere dizer que o livro foi escrito por ele ou seus seguidores mais ferovorosos sobre a sua orientação – e a considerar suas realizações em incontáveis histórias é um adversário a ser temido. É o Necronomicon do universo Marvel! Talvez não. E pode até ser que exista tambémum Necronomicon lá. Mas enfim, é o livro culpado da vez.

Basicamente o livro sempre esteve cercado de cultistas ao seu redor chamado DarkHolders e em algum momento de tempos arcaicos a feiticeira Morgana Le Fay (interpretada por Elisabeth Hurley, na série Runnaways) tentou submeter Chthon a se tornar seu escravo. Deu ruim e ele acabou aprisionado na mítica montanha de Wundagore (provavelmente aquela que aparece no final do seriado WandaVision). Isso vai render uma treta épica para a Feiticeira Escarlate que em algumas versões recebe seus super poderes ou magia de Chthon mas essa é história para outros sites. Outros feiticeiros perderam sua alma para o livro, ele funciona dando poder e tomando o usuário para ser possuído por Chthon.

VARNAE O PRIMEIRO VAMPIRO

Varnae, supostamente o primeiro vampiro da Marvel
Varnae, supostamente o primeiro vampiro da Marvel

O primeiro vampiro da Marvel surge graças ao Darkhold basicamente! Ele se chama Varnae e vamos falar dele mais adiante. Mas para resumirmos nos tempos do herói e guerreiro Kull, o Conquistador. Foi quando um grupo de feiticeiros usou o Darkhold para tocar o terror no reino dele. O herói matou quase todos eles, mas o tal do Varnae escapou gravemente ferido e se vingou amaldiçoando a geral. Ele morreu, mas seus aliados usaram o livro amaldiçoado para ressucitar Varnae e assim ele se tornou o primeiro vampiro do universo Marvel. Além disso o próprio Darkhold contêm a temida fórmula Montesi (tema da série The Midnight Sons) que elimina, ou melhor cessa a existência de todos os vampiros. Aliás, sobre o personagem Kull o Conquistador, recentemente o pesquisador Alexander Meirelles publicou um video muito legal contextualizando o personagem e seu universo. Bem Como sua ligação com os mythos de Lovecraft. Aliás o professor Alexander é da Fantasticursos, lembram dele? Tem 2 participações dele aqui na Rede Vamp: Uma deles com o congresso sobre Drácula, assista aqui; e também a live colab da gente sobre Vampiros e o Drácula da Netflix.

LILITH, A DEUSA NA MARVEL

Kiskillilla é uma antiga e poderosa deusa suméria que se transformou em demônio no universo Marvel. Dependendo da versão ela é apresentada as vezes como uma feiticeira(depende da continuidade e da época que você está lendo). Ela surge em meados de 1992 nas páginas da revista do Motoqueiro Fantasma #28. Não confundi-a com a personagem Lilith Drake, filha do Drácula da Marvel (inclusive falamos dela neste artigo). Em Espíritos do Motoqueiro Fantasma: A Mãe dos Demônios, a Marvel estabeleceu de maneira canônica a origem da personagem nos quadrinhos.

Conforme a HQ, Deus criou o Paraíso na Terra com o objetivo de expandir os seus domínios para além do Céu. Já Lilith foi uma inserção do Inferno, afinal parafraseando a própria personagem na revista “um mundo sem a influência do Inferno dificilmente seria um lugar no qual valeria a pena viver“. Lilith engravidou de Adão e pariu alguns demônios, que foram mortos por anjos enviados por Deus, enquanto ela foi banida do Éden.

Foi então que surgiu Eva, conforme consta na Bíblia. Mas Lilith com o apoio de Mefisto, um dos grandes Lordes Infernais, corrompeu o casal com a já popular história da serpente e da maça. O resto da história todos já sabemos, não é mesmo? Atualmente Lilith é uma das várias figuras centrais dos 9 Infernos da Marvel e está cobiçando o controle total do Inferno, que atualmente é regido por Johnny Blaze, o Motoqueiro Fantasma.

LIANDA, A VAMPIRA CIGANA

Lianda era uma curandeira cigana que operava em uma pequena caravana na nação da Valáquia em meados do século XV. No ano de 1459, o senhor da guerra turco, Turac, trouxe o príncipe Wallachian moribundo, Vlad Dracul, para sua carruagem e disse-lhe para usar sua magia Romani para curá-lo. Como a maioria da Transilvânia, Lianda desprezava a ocupação turca e não desejava ver o Drácula curado, apenas para se tornar uma marionete de Turac. O que Turac nunca percebeu; no entanto, era que Lianda também era uma vampira. Guiado pelos comandos do antigo vampiro, Varnae, Lianda bebeu o sangue do príncipe até sua forma humana morrer e ele renascer como um vampiro. Quando Turac descobriu a traição de Lianda, ele a empalou com uma lança com ponta de prata. Ela surgem em meados de 1973 nas primeiras aventuras de Drácula.

O ferimento, embora grave, não perfurou seu coração, e Lianda foi capaz de se transformar em um morcego e voar para longe. Ela procurou Lorde Varnae e implorou que ele usasse seu poder para curá-la. Varnae sentiu como se a utilidade de Lianda fosse completa, então, em vez de curá-la, ele usou seu poder para acabar com ela. [

DRACULA

A versão Marvel do Drácula foi criada por Gerry Conway e Gene Colan em The Tomb of Dracula # 1 , co-escrito por Marv Wolfman. Uma versão diferente de Drácula havia aparecido anteriormente na publicação Atlas Comics , Suspense # 7 . Esta versão de Drácula também estrelou em Vidas de Drácula! , uma série de revistas em quadrinhos de terror em preto-e-branco publicada pela Marvel de 1973 a 1975. Lançada simultaneamente com a revista The Tomb of Dracula , as continuidades dos dois títulos ocasionalmente se sobrepunham, com enredos se entrelaçando ambas as edições.

A Tumba do Drácula inicialmente manteve distância do resto das propriedades da empresa. Mas o potencial de um crossover para impulsionar as vendas acabou se tornando muito tentador, e Drácula apareceu na primeira edição do Homem-Aranha Tamanho Gigante . Embora Drácula tenham sido eventualmente destruído pela Fórmula Montesi nas páginas do Doutor Estranho , o Lorde Vampiro foi revivido. A Marvel publicou uma minissérie de quatro edições Tomb of Dracula , reunindo Wolfman e Colan, sob seu selo da Epic Comics em 1991, e reviveu Drácula e seus inimigos na curta série Nightstalkers e Blade na década de 1990.

O Drácula da Marvel já lutou contra o maior inimigo dos X-Men , o mutante Apocalypse , na Londres vitoriana . Por esta altura, Drácula não adota mais as roupas e maneirismos de um nobre da era vitoriana , em vez disso, sua aparência lembra mais a de um senhor da guerra medieval. Enfim, ele já enfrentou o Surfista Prateado e quase o venceu. Dá um desconto afinal é Marvel. Ele também é o pai de outros pesonagens como Lilith, Vlad Tepulus, Janus (o Anjo Dourado) e Xarus; ancestral de Frank Drake; transformado em vampiro por Lianda; destruída pela tal da formula Montesi. A história do rei dos vampiros é longa e complexa. Drácula derrotou o vampiro Nimrod, o Primeiro em batalha, e assim o sucedeu como governante dos vampiros da Terra. [10] Logo depois, ele aprimorou seu próprio sangue com o de Varnae, dando-lhe poderes maiores do que qualquer outro vampiro. Em 1471, Drácula abdicou de seu príncipe.

No século 19, ele enfrentou a oposição de Abraham van Helsing e Jonathan Harker na Inglaterra, cujas façanhas foram registradas no romance de 1897 de Bram Stoker, Drácula. Quando os humanos destruíram Drácula, seus restos mortais foram colocados em seu caixão, escondido dentro de uma caverna bloqueada por uma pedra enorme. O Monstro de Frankenstein foi mais tarde enganado para retirar o lacre da caverna e abrir o caixão, libertando assim o Drácula.

Nos últimos anos, ele também entrou em conflito com Cagliostro e Solomon Kane. Pouco antes da Primeira Guerra Mundial, ele foi responsável por transformar Lord John Falsworth em Baron Blood (uma linhagem de vampiros inimigos nos tempos da segunda guerra). Enfim o personagem tem muita história, inclusive esteve bastante ativo entre 2010 e 2020 em diversas sagas – em especial dos mutantes. Aliás, ele está voltando com tudo na atual fase dos X-men a frente de uma nação vampira e vamos falar mais disso no final deste artigo.

Fica aqui como curiosidade a série Yami no Teio Kyuketsuki Dracula (Dracula: The Vampire Emperor of Darkness), baseada nos quadrinhos da Marvel dos anos setenta.

LILITH DRAKE, FILHA DE DRÁCULA

Lilith é a filha mais velha de Drácula e é sua única filha com sua primeira esposa, Zofia. A jovem Lilith foi forçada por Drácula a se engajar em um casamento arranjado com um pretendente. Lilith foi criada por ciganos a quem foi confiada após o suicídio de sua mãe . A mãe adotiva de Lilith era a cigana mais velha Gretchin. Quando Lilith era uma menina, Drácula, agora um vampiro graças à cigana Lianda, atacou e assassinou muitos ciganos, incluindo o filho de Gretchin, Arni, levando-a a se vingar.

Lilith normalmente aparecia, quando em sua própria forma, como uma mulher alta e bonita com longos cabelos negros e uma família parecida com o Drácula, vestida com um traje colante vermelho e preto e uma capa com um enfeite de morcego em seu cabelo. Na era moderna, o espírito de Lilith possuía uma mulher chamada Angel O’Hara, que passou a odiar seu pai e querê-lo morto quando ele acidentalmente matou seu marido, Ted Hannigan, depois de descobrir que ela se casou com ele secretamente e estava grávida de seu criança. Lilith matou o pai de Angel, mas permitiu que ela vivesse sua vida quando Lilith não estava usando seu corpo compartilhado. Em um ponto, Lilith e Drácula concordaram em evitar um ao outro, mas o acordo foi quebrado.

Quando Drácula foi destituído de seus poderes vampíricos no final da série The Tomb of Dracula , ele pediu a Lilith para mordê-lo e restaurar seus poderes, apenas para ser recusado. Na edição # 5 da revista The Tomb of Dracula , que logo se seguiu, Lilith e Dracula lutaram mais uma vez e Drácula revelou a Lilith que a maldição que a tornava sua nêmesis eterna também a impedia de realmente matá-lo. Lilith foi destruída, junto com seu pai e o resto dos vampiros da Terra, quando a Dra. A Fórmula Montesi enfraqueceu e Lilith e seu pai voltaram à vida.

NOSFERATU NA MARVEL

Este é um daqueles verbetes que você só acha na Rede Vamp/Rede Vampyrica! Por volta de 2001 , a Marvel adaptou Nosferatu como um dos seus muitos antiheróis! Inspirados e influenciados pelo filme de 1922 e de 1979 apresentam o personagem com uma possível origem hiboriana (fãs de Conam será que procede?). Talvez ele fosse uma experiência de Varnae, quem sabe? Seus poderes incluem virar morcegos e se tornar névoa. Seu antagonista é Drácula e sua disputa consiste em se tornar o verdadeiro deus dos vampiros na Terra.

BARON BLOOD, VAMPIROS NAZISTAS

Nos tempos da segunda guerra mundial a Marvel não hesitou em ter inimigos e opositores nazistas para sua linha editorial de heróis daquele momento – este inimigo era o Baron Blood (Barão Sangue) conhecido como John Falsworth ele foi membro do Supereixo e da Legião dos Mortos-Vivos. Era irmão do herói Union Jack I, o Montgomery Falsworth.

O barão também era o tio da heroína flamejante Spitfire e ainda tio-avô do Barão Blood III, o Kenneth Crichton. Os poderes do Baron Blood vem de sua transformação pelas mãos de Drácula e também das mutações realizadas por cirurgias feitas por cientistas nazistas. O antagonista quase imortal encontrou seu fim pelas mãos do Capitão América. O segundo Baron Blood era filho da heroína Spitfire e sobrinho do segundo Union Jack. Foi transformado em vampiro pela Baronesa Sangue e acabou destruido pela luz solar. A história deles é bem complicada e cheia de dramas familiares – e um encontro derradeiro com o Santo Graal e o final trágico para toda esta linhagem de antagonistas.

BLADE

Blade é um personagem que se tornou icônico na Marvel graças ao sucesso dos seus filmes. Inclusive o atual MCU nos cinemas deve muito ao caçador de vampiros, na época interpretado por Wesley Snipes. Há um novo filme em produção do personagem e por hora sabemos pouco ainda dele. É um fato consumado que ele será interpretado por Mahershala Ali (True Detective) e que o roteirista é o Stacy Osei-Kuffour (Watchmen). Além disso só resta especular. Aliás o personagem já apareceu aqui na Rede Vamp, algumas vezes.

O pai de Blade, Lucas Cross um agente da ordem secreta de Tyranna, envia sua esposa grávida para a Inglaterra antes de ser preso na Latvéria, lá ela consegue refúgio em um bordel da madame Vanity, que também fazia parte da Ordem Tyranna, onde também muda seu nome de Tara Cross para Vanessa Brooks. Blade andava pelas ruas de Soho quando ajuda Abraham Whistler a se salvar do ataque de um vampiro, Whistler tomando conhecimento da origem do adolescente decidiu adotá-lo e treiná-lo, Blade passou a perseguir e executar vampiros para vingar a morte de sua mãe. Em um certo dia, Blade acaba matando um homem, achando que ele era um vampiro, por estar cego e ansioso pela busca de vingança. O fato de possuir os poderes, mas não todas as fraquezas dos vampiros, caracteriza Blade como um Daywalker , nome que os vampiros costumam usar para descrevê-lo.

Existem outros daywalkers nascidos na mesma situação em que Blade. Com o sucesso do primeiro filme, a Marvel retirou o personagem da aposentadoria, mas não voltou a dedicar-lhe uma série própria, em vez disso, fez aparições em outras revistas, como a do Homem-Aranha e algumas minisséries como The Tomb of Dracula e Blade – V3. Blade é um dampiro, um meio vampiro e meio humano. Blade também é um mestre em artes marciais e em disfarces. Também é otimo espadachim e com suas habilidades vampíricas pode sentir a presença de criaturas sobrenaturais. Acredita-se que o novo filme introduza sua filha a jovem Fallon Grey. Enquanto esperamos, leia mais sobre a jovem neste artigo. Aliás, conheça outros vampiros e vampiras negros, neste outro super artigo.

Seria injusto não postarmos uma foto do Wesley Snipes, não é verdade?

DRAKE & HANIBAL KING, FILHOS DA MEIA NOITE

Personagens menores mas igualmente interessantes que dividiram suas páginas com Blade e os Motoqueiros Fantasmas na década de noventa. Frank Drake era um playboy milionário que desperdiçou sua herança e ficou com nada mais do que um castelo ancestral em seus bens. Planejando vendê-lo, Drake e seus amigos viajaram para a Transilvânia, onde o castelo estava localizado. Foi descoberto que este era o castelo do Conde Drácula, embora Drake nunca tenha realmente acreditado nas lendas do Drácula. O falido milionário e seus amigos tropeçaram no esqueleto de Drácula e o ressuscitaram acidentalmente. Drake escapou por pouco da morte quando Drácula reconheceu Drake como um descendente. Drake acabou se mudando para Londres. Lá ele se uniu a família Van Helsing em sua eterna luta contra os vampiros – personagem tecnocrata e favorável por usar armas de grosso calibre.

Hannibal King era um investigador particular habilidoso que ganhava uma vida decente. Enquanto trabalhava em um caso em Londres, King foi mordido pelo Deacon Frost, um Vampiro. Aquele mesmo da franquia Blade. Inclusive o personagem ganhou uma versão cinematográfica no infame Blade 3, interpretado por Ryan Reynolds! Quando Hanibal acordou e percebeu que havia se tornado um vampiro, ele ficou enojado e horrorizado com a transformação. King jurou nunca se alimentar de um humano e, em vez disso, comprou sangue de bancos de sangue para se alimentar. King também decidiu não usar seus novos poderes em sua linha de trabalho, decidindo confiar em suas próprias habilidades naturais que havia desenvolvido ao longo de anos de trabalho, mas agora era forçado a trabalhar apenas à noite.

MORBIUS

Logo Morbius vai estrear nos cinemas, será interpretado por Jared Leto e a previsão de estreia é para 21 de janeiro de 2022. Nos quadrinhos ele foi criado por Roy Thomas e Gil Kane. Morbius era um vampiro com características físicas científicas resultantes em vez de meios sobrenaturais, que o herói enfrentou algumas vezes. Sua primeira aparição foi em The Amazing Spider-Man # na história conhecida como “Six Arms” Morbius parou de aparecer quando o Homem-Aranha o enfrentou no Amazing Spider-man 210 e um acidente o transformou em humano novamente.

Michael Morbius nasceu na Grécia. Ele foi atacado pelo Lagarto e derrotado quando o Homem-Aranha e o Lagarto uniram forças. Um flashback revela que Morbius era um bioquímico ganhador do Prêmio Nobel, que tinha tentado curar-se de uma doença sanguínea rara com um tratamento experimental envolvendo morcegos hematófagos e terapia de eletrochoque. Sua aparência, já feia, tornou-se hedionda – seus dentes caninos estendido em presas, o nariz achatado para parecer mais com o de um morcego, e sua pele se tornou branca. Ele também ganhou a capacidade de transformar os outros «vampiros vivos» mordendo eles, infectando-os com a doença de pseudo-vampirismo. Mais tarde, ele procurou uma cura para sua condição, mas lutou contra o Homem-Aranha, o Tocha Humana, e os X-Men originais. Ele causou John Jameson em se transformar em Homem-Lobo. Ao lado Homem-Lobo, ele lutou contra o Homem-Aranha de novo.


Quanto sangue ele exige e quantas vezes ele tem que alimentar não foi especificado nos quadrinhos. No entanto, Morbius não possui qualquer uma das vulnerabilidades místicas que os vampiros sobrenaturais estão sujeitos a, tais como alho, água benta ou crucifixo. Morbius tem uma forte aversão à luz solar, graças a sua pele fotossensível que impede qualquer proteção contra queimadura solar grave, em contraste com «verdadeiros» vampiros que são incinerados por ele, com o resultado que ele pode mover-se na luz do dia, mas seus poderes são diminuído e ele vai ficar na sombra, se as circunstâncias o exigirem que ele seja ativo durante o dia. Morbius também não tem a mudança de forma e os poderes de controlo do tempo, e a capacidade de controlar animais, dos vampiros.

FALLON GRAY, A FILHA DO BLADE

Fallon Gray, é a filha de Blade! Ela foi criada para uma série de HQs em 2015, mas foi cancelada, restando apenas artes conceituais do que a personagem viria a ser. Especula-se que a personagem possa ressucitar como Ruby e e se tornar muito importante no MCU. Sua história é breve mas interessante.

Fallon Gray é uma garota de dezesseis anos da zona rural de Oregon. Nomeada para Rainha do Baile de Formatura, Capitã da equipe de debate, a garota mais popular de sua classe. Mas há outro lado de Fallon. Uma sensação de que há algo maior nela.

Quando vampiros ameaçam a sua pequena cidade, ela descobrirá o quão certa ela estava. Enquanto forças sobrenaturais temíveis caçam Fallon, ela vai ficar cara a cara com algo ainda mais chocante do que os monstros. Nada menos do que seu pai Blade, O Caçador de Vampiros.E um no outro, eles descobrirão o propósito que cada um tem se esforçado para encontrar. Aliás, conheça outros vampiros e vampiras negros, neste outro super artigo.

A NOVA SOCIEDADE DE VAMPIROS DA MARVEL

Alguma das vantagens de ser pesquisador é que as vezes somos verdadeiramente surpreendidos por universos ficionais que existem completamente debaixo de nossos narizes e sequer sonhamos. A partir de 2010 a Marvel começou a organizar seus personagens vampirescos de maneira bastante sutil. Seus principais tipos de vampiros são os chamados Vampiros Vivos (humanos e mutantes, geralmente transformandos pelo Darkhold ou outros processos místicos – e as vezes científicos) são o caso de personagens como Morbius, Blade e Hunger (este ficou de fora do artigo).

Existem também os vampiros nascidos (Puro Sangue) ou transformados pelas diversas seitas vampirescas. E algo me diz que devem ter os vampiros alienígenas, extra dimensionais, insectóides e muitos muitos outros – afinal é da Marvel que falamos. E os limites lá são realmente amplos, são bem mais de 100 personagens vampirescos catalogados.

Os vampiros ganham muito mais força a partir de 2010 na saga “Curse of Mutants” que custou bem caro para os mutantes e principalmente Wolverine. O que incluiu a ressureição de Drácula feita pelos X-men. O inimigo da vez foi um dos filhos de Drácula. Mudando de assunto já tivemos um vislumbre dessa pluralidade vamp da Marvel na franquia cinematográfica do Blade no passado. Mas agora a coisa está, digamos, mais organizada e oficializada. Vamos falar um pouco de todos eles. Vampiro a Máscara e seus clãs mandam lembranças!

Anchorite – Párias rurais que preferem se esconder da humanidade e viver em paz;
Aqueos – Uma raça de atlantes convertidos em vampiros, semelhante em aparência ao personagem do filme Creature from the Black Lagoon. Eles foram considerados extintos até que o desenvolvimento humano no oceano os tirou do esconderijo.
Claw – guerreiros do Oriente Médio. Eles são rivais do Krieger.
Charniputra – Uma raça de subespécies de vampiros semelhantes a gárgulas que são principalmente vistas voando no Himalaia. Charniputra também tem uma pele resistente que é difícil de danificar sem os pontos fracos.
Huskie – Uma raça de vampiros que são revividos como criaturas irracionais e animalescas. Eles apenas seguem seu instinto básico e se alimentam de pequenos animais. A seita Huskie não descansará até que tenha concluído uma tarefa de sua vida humana.
Jumlin – Uma raça de vampiros associada à tradição nativa americana e que são alegadamente os primeiros vampiros na Terra.
Krieger – guerreiros do tipo ocidental. Eles são uma das seitas mais fortes.
Moksha – Um grupo de profetas vampiros que ganha seus poderes alimentando-se o menos possível.
Mystikos – Um grupo de vampiros de negócios com habilidades em tecnologia.
Seita Nosferatu – Semelhante ao Conde Orlok, sua necessidade de sangue poderoso às vezes os leva a atacar outros Vampiros.
Pureblood (Puro Sangue) – Um grupo consistindo de vampiros que nasceram como Vampiros.
Sereia – todas lindas vampiras com poderes de sedução.
Tryk – Uma poderosa subespécie parasita de vampiros que prefere o sangue de outros vampiros.
Adze – Uma raça de vampiros africanos que são capazes de sobreviver aos métodos geralmente instantâneos de destruição de vampiros por 10 minutos.
Antigos – Uma raça de vampiros italianos com velocidade sobre-humana superior e fator de cura em comparação com outros vampiros.
Mortuus Invitus – Uma seita de vampiros que se opõe a outros vampiros. Eles ajudaram os Caçadores de Vampiros de Noah van Helsing contra o Drácula.
The Forgiven – Fundada por Raizo Kodo, esta legião é composta por vampiros que tentam manter sua humanidade e coexistir com humanos, bebendo sangue de animais em vez de sangue humano. Os membros deste grupo incluem a ex-X-Man Jubilee.
Yuki Onna – Uma raça de vampiros japoneses (nomeados em homenagem à criatura mitológica de mesmo nome) com o poder de se transformar em tempestades de gelo ao invés de névoa como a maioria dos vampiros pode realizar.

OS VAMPIROS DA MARVEL COMEÇAM A SE ORGANIZAR COMO UMA GRANDE SOCIEDADE TAL COMO A DOS MUTANTES EM KRAKOA

Definitivamente você está em um artigo da Rede Vamp! E não poderiamos concluir maneira que não fosse épica. Como sabem na atual fase dos X-men, eles formaram uma nação mutante na ilha de Genosha (Potências de X e Dinastia X). E olha, vou falar isso dá um bom insight do que deve estar vindo por ai nos cinemas em breve. E é totalmente insano e muito mais legal do que tudo que tivemos até hoje.

Recentemente nas páginas da revista Wolverine (números 1,4 e 5) está rolando uma subtrama simplesmente sensacional. O mutante e vampiro Ômega Vermelho chega ferido e ensanguentado na nação mutante de Krakoa e Logan é enviado para investigar e entender o que está acontecendo. O palco dos eventos está sendo Paris, na França.

Chegando lá Wolverine conhece uma caçadora de vampiros chamada Louise, e juntos eles se infiltram em um bar cheio de zumbis, do mais velho transformado ao mais velho. Como Wolverine é uma pessoa do tipo sanguíneo I, ele não está infectado por nenhum vírus ou doença – seu fator de cura elimina tudo – e ele também não é afetado pela doença, epidemia de vampiros ou predadores.


Através de todas essas informações, Louise revelou que nos últimos meses, os vampiros têm sido diferentes. E então, o caçador de vampiros afirma que Krakoa fortaleceu os mutantes, tornando-os mais unidos e fortes, mas outras espécies também seguem o mesmo exemplo dos mutantes para buscar a supremacia da espécie. Enquanto o mundo humano dormia, os Krakoans emergiram, mas os vampiros estavam construindo sua colônia. A Facção Vampírica e seus líderes Vlad, Drakul e Drácula, que uma vez lutaram para expandir seus territórios, agora compartilham o mesmo espaço e controlam a população de vampiros ao mesmo tempo. E tem planos perigosos para o mundo e todos os seus heróis. Pensa se eles transformarem em vampiro algum dos chamados Mutantes Omegas! Pensa se isso chegar nos cinemas numa fase 5 ou 6 do MCU?

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog