VAMPIRE QUEEN: Tudo sobre o novo álbum do Inkubus Sukkubus

Back to Blog

VAMPIRE QUEEN: Tudo sobre o novo álbum do Inkubus Sukkubus

Quem já acompanha a REDE VAMP sabe do nosso carinho pela banda inglesa INKUBUS SUKKUBUS que inclusive já entrevistamos aqui e também já comemoramos os 25 anos de carreira deles como um dos principais nomes do Gothic Rock e também do Pagan Rock segundo alguns jornalistas. A banda lançou nesta semana seu novo álbum VAMPIRE QUEEN (a venda neste link) e nosso correspondente internacional FABIO HATTOCK, lá em Londres (assista seus videos aqui) foi um Inkubus Sukkubus – Vampire Queendos primeiros a ouvir e contou tudo para a gente neste artigo:

O mais novo trabalho da banda Inglesa da cidade de Gloucester, como esperado é poderoso e tem toda a pegada característica da banda. Poderia dizer que é conceitual partindo da primeira a última faixa.

Bathory

A faixa que abre o album é instrumental e tem um clima quase medieval, batida rítmica e crescente, lembra algum filme épico.

Let The Night Last Forever

Agora já esta toda a melodia que é própria da banda, enaltecendo a escuridão e com um refrão
contagiante, belo solo de guitarra.

Angelus Mortis

Traz um som mais pesado, com o refrão pagão e cantado em latin: “Angelus mortis”
Um prefácio de uma maldição a caminho sugere.

Nature Child

Com um clima mais ameno essa bela canção ressalta orgulhosamente sua condição natural
ligada ao poder sobrenatural, ótima base sonora.

Dancing The Night Away

Iniciando com violão e cantada levemente, traz um clima pagão e melancólico que me faz lembrar bruxas dançando calmamente em uma floresta.

Here Come The Dead

Com o aviso de sinos a música começa mais rápida e com refrães cantado por Tony MacKormack, clima poderoso e típico da banda.

Angel Of Lust

Talvez a mais atípica canção do album começando com pianos, mas logo entra o som típico das guitarras e baterias e o belo vocal de Candia Mackormack, ressalta que uma vampira é um anjo… de luxúria.

In The Darkness And The Rain

Som de chuvas iniciam a música, logo entra a pegada conhecida da banda, um pouco mais rápida com os famosos refrães de Candia, ressalta a condição e muitas vezes o caminho onde uma vampira deve trilhar: “Na escuridão e na chuva, na paixão e na dor”

Wolf Boy

Uma balada acústica, só com violões, cantada suavemente e com toques melancólicos, narra
a natureza de um jovem lobisomem, uma bela canção, mas que foge do contexto vampírico
que esta nivelado em todas as letras do album.

Vampire Queen

Com uma abertura épica e forte, e a entrada do som típico do Inkubus Sukkubus, com guitarras pesadas, baixos pulsantes e cantada suavemente. Exalta toda a força, a qualidade, a beleza de uma Rainha Vampira, ecos da famosa condessa Erzsébet Báthory pairam no ar… Fecha maravilhosamente esse grande album! Mais um classico para os fãs da banda, altamente recomendáve

 

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog