Back to Blog
Renfield Dando o Sangue pelo Chefe

Renfield: Quandos os Vampiros nos fazem Rir

Renfield: Quandos os Vampiros nos fazem Rir – já está previsto para março a estreia no Brasil de “Renfield – Dando o sangue pelo chefe nova produção que traz para a “contemporaneidade” o famoso assistente de Drácula. E desta vez o grandioso personagem de Stoker é interpretado por Nicholas Cage. E é fato que não sabíamos que precisávamos dele como Drácula até vermos este trailer divertidíssimo – que compartilhamos a seguir. Mas esta não é a única vez que vampiros nos fazem rir, selecionamos alguns filmes e séries indispensáveis nesta postagem.

A seguir preparamos uma lista de XX filmes de vampiros que tiram qualquer um do caixão e esquentam o sangue com bom humor e algumas boas tiradas. Sem dúvida os adeptos da cosmovisão vampyrica podem lhe falar sobre o poder da gargalhada no banimento de forças parasíticas e maus fluídos. Mas isso fica para outra noite.

As pessoas que desconhecem a Comunidade Vamp alegam que somos maus humorados ou não aprovamos obras como estas. Ledo engano. Na vida como ela é temos um bom exemplo de humor vampiro. Este, sempre vem quando nos perguntam se bebemos sangue e devolvemos a pergunta assim: “-Você come mortadela e toma vinho?” Deixa para lá talvez o humor não seja para este redator. Vamos falar de filmes de vampiros para rir.

Drácula: Morto, mas Feliz
(Dracula: Dead and Loving It, 1995)

Depois de realizar a sua hilária versão do monstro mais famoso da história da literatura em O Jovem Frankenstein , Mel Brooks traz o vampiro mais clássico da mesma nesta que não é uma comédia tão memorável, mas que, como a maior parte de sua obra, é igualmente divertida. O próprio Brooks entra em cena aqui como o Dr. Van Helsing, e fora isso temos ninguém mais do que Leslie Nielsen como o Conde Drácula. Saudades de Nielsen e seu peculiar timing cômico, como Drácula ou Frank Drebin.

A Dança dos Vampiros
(The Fearless Vampire Killers, 1967)

A Dança dos Vampiros – Roman Polanski não é conhecido por comédias, mas tem em A Dança dos Vampiros um inspirado filme do gênero, que utiliza dos clichês das produções de terror para fazer rir. Na trama, o professor Abronsius e seu fiel ajudante Alfred estão à procura de perigosos vampiros na Transilvânia. Enquanto Abronsius só pensa em capturar vampiros, Alfred não tira seus olhos da bela Sarah, filha única do dono da hospedagem. Quando o terrível Conde von Krolock rapta a moça, os dois caçadores de vampiros terão de ir ao encalço do vilão.

Desde a estalagem, construída de forma rústica, com madeiras e móveis baratos, até a mansão dos vampiros, com o requinte esperado de uma rica propriedade, chama a atenção pelo capricho. E a fotografia, utilizando muito bem o branco da neve em contraste com as escuras noites da Transilvânia, fazem de A Dança dos Vampiros um programa bonito de se ver.

Aliás todo ano a Rede Vamp e o Madame Underground Club realizam em setembro, a Dança dos Vampiros, saiba mais.

Que Fazemos nas Sombras
(What we do in the Shadows, 2016
)

Dirigido por Taika Waititi , a trama acompanha vampiros tendo dificuldades com as tarefas do mundo moderno, como pagar as contas, ir para baladas e resolver conflitos com amigos.

As Passageiras
(The Passengers, 2022)

Na história, um jovem motorista leva Blaire e Zoe, duas mulheres misteriosas, para uma noite de festa. Aos poucos ele percebe que as moças não são o que aparentam e acaba descobrindo a existência de um mundo perigoso e sangrento. Faltando poucos dias para o Dia das Bruxas.

Sombras da Noite
(Darkshadows, 2012)

Barnabas Collins, um vampiro amaldiçoado, é finalmente libertado de seu caixão na década de 1970, ele encontra um novo lar com uma nova família. Estrelado por Johnny Depp e Michelle Pfeiffer, este filme maluco de Tim Burton vai fazer você rir alto.ório a ser preenchido com review do filme

Amor a primeira Mordida
(Love at first bite, 1978)

Transilvânia. Após 700 anos a rotina irrita o Conde Vladimir Drácula . O conde anda por Nova York e observa, enfadado, a violência e a falta de respeito da vida moderna. Acontece que ela é noiva de um psiquiatra, Jeffery Rosenberg , que na verdade é neto de Van Helsing, o maior caçador de vampiros que o mundo conheceu.

Van Helsing – O Caçador de Monstros
(Van Helsing, 2004)

Van Helsing foi dirigido por Stephen Sommers e faturou US$ 120 milhões na época do lançamento. O caçador de vampiros Van Helsing viaja para uma região misteriosa da Europa para tentar derrotar o Conde Drácula, o Lobisomem e o monstro de Frankenstein.

O Vampiro do Brooklin
(Vampire at Brooklin, 1995)

Excêntrico vampiro chega ao Brooklyn, em Nova Iorque, à procura da mulher ideal. Só que a tal mulher ideal é uma bela policial atormentada por pesadelos. Quando a encontra, ele faz de tudo para conquistá-la com seu charme e poder maléfico de sedução.

Crepúsculo
(Twilight, 2008)

E para concluirmos a grande comédia de vampiros do século 21: A história central pode ser descrita como a paixão de uma adolescente por um vampiro centenário, que mantém o visual como se tivesse cerca de 20 anos. Indo de uma escola para a outra nos EUA. Poderia haver algo pior?

Facebook Comments

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back to Blog