Especial Dia dos Namorados (Macabro): Casal Apaixonado

Back to Blog

Especial Dia dos Namorados (Macabro): Casal Apaixonado

Olá queridas e queridos visitantes do REDE VAMP, em comemoração ao dia dos namorados, o TERROR EM ENGELSBLÜT trás para vocês um conto arrepiante. Esperamos que gostem e deixem nos comentários qual foi a experiência mais arrepiante que teve com seu/sua namorado/namorada.

*********************************************************

Eu estou tão feliz, hoje eu e minha esposa completamos 6 anos de casados.
Vou preparar um jantar a luz de velas, eu tenho certeza que ela vai amar, mas antes preciso ir na loja comprar um belo vestido.
São aproximadamente 20:00 horas, acabei de sair da loja e estou indo para casa preparar o jantar.
Tudo está perfeito, o jantar está pronto, as velas estão acesas e eu coloquei a música que marca o nosso namoro pra tocar…
Assim que cheguei no quarto pude ver que ela estava mais linda do que nunca, sua pele parecia neve.
Dei-lhe o melhor banho que poderia tomar; acariciei cada parte do seu belo corpo. Seu cheiro… após dois anos, me acostumei. Coloquei então seu vestido e a maquiei, um lindo batom vermelho e seus brincos prediletos, sem contar no colar de brilhantes que lhe dei a alguns anos.
Descemos e eu puxei a cadeira para ela sentar, ela está meio tonta, talvez esteja com bastante fome.
Eu não consigo parar de olhar seu lindo rosto, ela também não para de olhar para mim, seu olhar está fixado junto ao meu.
Eu acho que vou dançar um pouco com ela, nossa música ainda está tocando.
É impressionante, o olhar dela sempre está em mim, ela me olha com um olhar tão apaixonado e ao mesmo tempo tão distante.
Temos uma sintonia tão forte que não precisamos trocar uma palavra se quer para entendermos o que o outro está querendo.
Não consigo parar de olhá-la… seus lábios, tão pequenos e delicados, estão me chamando tanto a atenção, quanto seus lindos seios quase saltando de dentro do vestido.
Já me excitando, a levo para nosso quarto. Deito-a na cama e retiro seu vestido. Me deleito apenas de olhar seu belo corpo nu e inteiramente meu. Retiro minha roupa e me deito a seu lado.
Acaricio seus seios fartos e suas coxas grossas. A visão mais bela que poderia ter… Ela, como sempre, deixa que eu a provoque, fazendo o que quero com seu lindo corpo. Depois lubrificar bem, enfim chega o momento de tê-la sexualmente.
Após terminar, me aconchego ao se lado. Pego-a pela cintura e acaricio seus cabelos. Alguns fios vindo em minha mão, a pele de seu rosto já desgastada com o tempo, me fazem lembrar daquele dia, o dia mais infeliz de minha vida.
A dois anos que não ouço sua voz;
A dois anos que não me olha com ternura;
A dois anos que não sinto o calor do seu corpo;
A dois anos que o cheiro perfumado de sua pele se tornou fétido;
A dois anos que sua pele gélida e seus olhos fundos são meu alento;
A dois anos que seu corpo inerte faz companhia ao meu lado na cama.

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog