Século XVII [1600 á 1701]

 
     
 

"(…)no século XVII, teremos Leo Allatius e sua turma de gregos e asiáticos e o surgimento dos chamados vampirólogos e seu padrão distorcido de classificar todo mito, rito ou folclore "pagão" da antiguidade (sejam eles romanos, gregos, babilônicos, egípcios, sumerianos, chineses e etcs) como algum tipo de "vampiro". Genéricamente a turma de "Allatius" realizava este procedimento totalmente político como forma de re-aproximarem o catolicismo do oriente da cúria Romana.Ficaria pouco coerente ou superficial, basearmos nossos fundamentos, identidade das nossas
práticas e mesmo nossa cosmovisão – neste conjunto de distorções históricas ocorridas entre os finais do século XIV e XVII.

Trocando em miúdos, no final do século XIV a Igreja "inventa" a bruxa e o vampiro por falta de inimigos para as fogueiras inquisicionais (antes deles já tinham queimado os leprosos, os judeus, os cátaros, os hereges de todos os tempos, os templários e outros).Mas é só lá no século XVII que se aprimora e se detalha o "inimigo" inventado – tanto bruxas quanto vampiros, isso sem falar nas vezes que ambos eram misturados na mesma coisa – os românticos na segunda metade do mesmo século consideram este "inimigo" a metáfora perfeita para falarem e criticarem comportamentos e temas tabús ou que "barbarizavam" a sociedade…

Nos séculos seguintes o personagem dos românticos, servirá como modelo para as crenças dos espiritualistas do século XVIII e seus "obsessores" e no século XIX as escolas ocultistas também irão aproveitar o "baita" marketing que os contos românticos vampirescos causavam nos jornais – para "explicarem" ou o enquadrarem em suas visões "particulares"(…) de Lord A:. no site do Círculo Strigoi ,

 
     
 
TEXTOS RECOMENDADOS SOBRE O PERÍODO:

Através do Espelho Negro (site Vampyrismo.org)
Um breve Olhar Imortal (site Vampyrismo.org)
O Paganismo & o Vampyrico (site Vampyrismo.org)
Bibliografia do (site Vampyrismo.Org)
– Livros de pesquisa Recomendados
(rede vamp)

TEXTOS INTRODUTÓRIOS SOBRE VAMPYRISMO:
Primeira Visita (site Vampyrismo.org)
Textos Recomendados (site Vampyrismo.org)

 

 

 

 

 



1610

– Bathory é presa por ter matado centenas de pessoas e ter nadado em seu sangue. Julgada e condenada, é sentenciada à prisão perpétua.[JGM]

1614
– Elizabeth Bathory morre.[JGM]


1645

– Leo Allatius acaba de escrever o primeiro tratado moderno sobre os vampiros, De graecorum hodie quirundam opinationabus.[JGM]


1657

– Fr. Françoise Richard escreve "Relation de ce qui s’est passé à Sant-Erini Isle de l’Archipel" ligando o vampirismo à bruxaria.[JGM]



1672

– onda de histeria vampírica varre Istra.[JGM]

1679
– Philip Rohr escreve De Masticatione Mortuorum, um texto alemão sobre vampiros.[JGM]

 
  TEXTO INDISPENSÁVEL:  
 
espelho negro
Vejamos agora o vampiro "romântico" entre a segunda metade do século XVII ao século XX.Recordando que neste período, desde a primeira metade do século XVII doutores da igreja generalizaram de forma anacrônica sob o termo "vampiro" uma vasta quantidade de personagens e deídades pagãs politeístas ou panteístas – que em seus contextos originais, pouco ou nada tinham a ver com o sentido do vampiro utilizado no atual momento. LEIA ESTE TEXTO NA ÍNTEGRA!
 

 
 
NOTAS: Esta cronologia surgiu como uma curiosidade para agregar alguns dos eventos mais representativos de uma história vampírica e posteriromente a cena vampyrica; Esta é uma obra aberta em constante acréscimo de informações e fontes, será um prazer contar com a colaboração dos visitantes para a inserção de mais informações, contatos podem ser feitos exclusivamente pelos comments abaixo e o assunto deve ser preenchido como cronologia, e por gentileza citem a fonte ou autor das informações enviadas, do contrário será desconsiderado.

*** Esta é uma cronologia da utilização do termo "Vampírico" desde sua aparição ao norte da Rússia no século X, sua migração para os eslavos, suas reinterpretações e usos anacrônicos e generalizantes do século XV em diante – que virá até a Subcultura Vampyrica Contemporânea.Note que em nenhum momento existe qualquer forma de continuídade ou de sequenciamento linear entre os períodos históricos que este estudo abrange.Se você é um "Vamp" hoje em dia, você não é nenhum tipo de sequenciamento de algum habitante dos campos da Rússia do século X ou afins nos dias de hoje.Respeite a sí e aos padrões culturais da época em que vive, isso facilita consideravelmente sua vida e a de todos nós..

*Todas as informações postadas aqui provêm de fontes reais, obras literárias ou websites e são creditadas aos seus respectivos autores, a veracidade das mesmas são da responsabilidade dos respectivos autores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.