Desvele os mistérios guardados no imaginário dos velhos tempos…Ouse caminhar nos ombros dos gigantes que sonharam a cidade que vivemos hoje…

Nossa cidade tem uma arquitetura imaginária e um repertório pagão fascinante e que se rivaliza com o de Paris, Nova Iorque, Londres, Amsterdan e muitas outras.Temos bruxas que foram queimadas pela inquisição no século XVIII em ruas do São Bento; aparições de heróis e profetas homéricos em frente de templos jesuítas;cemitérios esquecidos hoje recobertos de prédios;construções de sociedades secretas;lares de poetas e artistas marginais e malditos…enfim…há muita história para ser resgatada e transformada em obras de arte imaginativas…

O “São Paulo Maldita: Desvendando Halo Antares” é um passeio cultural criado e desenvolvido por Lord A:. & os integrantes do Círculo Strigoi.A idéia nasceu por volta de 200 durante caminhadas noturnas e diurnas através do centro velho de São Paulo e pesquisas de campo e bibliográficas sobre sua arquitetura, história, causos, lendas urbanas, santos populares, assombrações e afins. A primeira edição aconteceu em 2011.

O outro ponto atraente dos roteiros do São Paulo Maldita é o resgate dos círculos de contação de histórias, hábito quase perdido nos dias de hoje.Cada história de cada ponto que visitamos é pesquisadas nos arquivos das bibliotecas e universidades paulistanas e têmperado pela imaginação de nossos participantes e condutores – quase como um Sarau a céu aberto e móvel…nenhuma edição é igual à anterior.

A pergunta recorrente sobre o subtítulo “Desvendando Halo Antares” é uma referência velada a Subcultura Vampyrica.Cada grande cidade mundial que desenvolve uma cena Vamp bem elaborada e com atividades regulares é nomeada de “Halo” que significa radiância ou emanação.Temos assim Halo Gotham, a cidade de Nova Iorque, Halo Lutetia, a cidade de Páris e muitas outras.São Paulo foi nomeada por nós em 2004 e reconhecida globalmente – em publicações da cena – desde então como “Antares” uma referência a constelação que sobrevôa de forma marcante nossa cidade em tempos frios e também uma homenagem a célebre obra Incidente em Antares de Érico Veríssimo – onde os mortos voltam a vida e questionam os vivos.

Atualmente a condução do passeio é compartilhada com Frater Vincent Sahjaza, nomeado como primeiro vigilante do Círculo Strigoi,  Elder da Dinastia Sahjaza no Brasil e também editor e curador da Academia Fantástica. As vezes recebemos convidados especiais que compartilham conosco a condução do passeio e de suas atividades.

Artigos sobre as Rotas da SP Maldita

Venha desvendar os mistérios de São Paulo conosco...

Trackbacks and pingbacks