Back to Blog

Van Helsing e a nova série

002

No próximo dia 23 de Setembro estreia a primeira temporada da série Van Helsing no canal pago Syfy. Foram fechados 13 episódios – que ao que tudo indica – serão recheados com muita ação, sangue e mordidas.

A personagem principal, Vanessa Helsing é interpretada pela experiente Kelly Overton (a Rikki de True Blood). Na verdade, boa parte do elenco é formada por um time de atores com bastante experiência em filmes e séries como é o caso de Vincent Gale (Bates Motel), David Cubbit (Medium), Christopher Heyerdahl (também de True Blood), Rukiya Bernard (O Segredo da Cabana), Tim Guinee e Jonathan Scarfe (ambos de Hell on Wheels) entre outros nomes conhecidos pelos maníacos por séries ou cinéfilos de plantão.

Muito bem. Já era de se esperar que um personagem com o sobrenome Van Helsing ou apenas Helsing seja um exímio caçador de vampiros e de outras criaturas que não são nada humanas.

Mas o que poucos sabem, é que o personagem que deu início a esta tal de linhagem de caçadores, e sim, eu falo de Abraham Van Helsing, não era exatamente um incrível caçador de vampiros. No livro Drácula do escritor Bram Stoker, Van Helsing apenas fez o que achava que deveria fazer para acabar com a vampirada, que eram vistos como verdadeiros demônios. Ele apenas teve coragem de ir lá e encarar o “mal”, no caso, Drácula. Sabe aquele velho dito “crie fama e deita na cama”? Van Helsing acabou ganhando esta fama de exterminador de monstros devido às inúmeras adaptações e versões que recebeu ao longo do último século, tanto para o cinema quanto para a televisão, para os quadrinhos e também para alguns games.

É interessante que em algumas destas versões, Abraham Van Helsing, teve o seu nome completamente alterado como no caso do filme Nosferatu de 1922, devido aos direitos autorais. Em outras produções, o famoso sobrenome é mantido, ainda que o primeiro nome seja alterado para sustentar a ideia de que uma grande linhagem de caçadores de monstros e de vampiros iniciou-se com as aventuras de Abraham Van Helsing contra Drácula.

O personagem original – assim como seus descendentes – apareceu em alguns filmes da Hammer algumas décadas antes de ficar realmente famoso com a adaptação de Drácula de Bram Stoker para o cinema em 1992. Outra versão de Abraham Van Helsing também aparece em Drácula 2000, interpretado por Christopher Plummer, numa história bastante criativa e divertida que explicava como ele tinha se mantido vivo até aquela época em que o filme é ambientado. A última aparição de Abraham Van Helsing nas telas aconteceu em 2014 na primeira temporada da série Penny Dreadful (R.I.P.).

Como eu havia dito no começo deste artigo, o que veremos nesta nova série, é mais uma das descendentes de Abraham Van Helsing em ação. Porém, esqueça tudo o que já viu até agora sobre produções com herdeiros do legado de Van Helsing.

Pense em um cenário pós-apocalíptico, sombrio e cheio de cinzas vulcânicas no ar. Pensou? Então imagine que alguns cientistas decidam trazer de volta à vida a derradeira descendente de uma longa linhagem de caçadores de monstros. Trata-se de Vanessa Helsing que é vista como a esperança que resta para que os humanos consigam se organizar e derrotar os vampiros e – possivelmente – outras criaturas que saíram dos seus esconderijos e tomaram conta do continente norte americano após a Caldeira de Yellowstone entrar em erupção no ano de 2016 (opa!). Imune ao vampirismo (e eu juro que já vi isso em uma antiga série de HQs), Vanessa Helsing tem a missão de ensinar aos humanos a como enfrentar os vampiros e toda a sorte de criaturas não-humanas que podem encontrar pela frente. Uma missão nada fácil, por sinal.

Parece interessante, não? Confesso que fiquei ainda mais curiosa depois que assisti ao trailer (que tem a música Radioactive da banda Imagine Dragons como trilha sonora) que foi divulgado ao grande público há poucas semanas atrás. Se você ainda não assistiu ou ainda não se empolgou com a história de Vanessa Helsing, talvez você mude de ideia após assistir aos trailers e os teasers que seguem abaixo.

No mais, fique conectado à Rede Vamp e curta a página da Via Escarlate no facebook para receber mais informações sobre cinema e também artigos sobre cultura e entretenimento em geral.

Até a próxima mordida.

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog