Sonhos Lúcidos, Virtu e Fortuna – Vox Vampyrica#21

Back to Blog

Sonhos Lúcidos, Virtu e Fortuna – Vox Vampyrica#21

SONHOS LÚCIDOS, VIRTU E FORTUNA

Sonhos Lúcidos, Virtu e Fortuna. Tenho um amigo filósofo que costuma dizer algo muito interessante sobre o terror do sobrenatural: “- Pensa se depois que morremos abrimos os olhos novamente! Nada poderia ser mais aterrorizante do que isso!” A sabedoria da Cosmovisão Vampyrica costuma pontuar que você apenas desperta em uma outra configuração de si e tudo que viveu anteriormente se parece com um sonho. Aliás não apenas os sábios e antigos de nossa espiritualidade dizem isso. Os hindús também. Os hermetistas afirmam algo semelhante. Comprovadamente só nomeamos como sonho uma vivência quando estamos adormecidos depois de alcançamos algum grau de lucidez. O tal do estado de vigília. Aliás, se este tema lhe envolve, vem contar para a gente! Se você tem algo para falar de sonhos lúcidos e de paralisia do sono, vem encontrar a gente aqui no curso Mistério do Vôo Noturno!

Nesta entrevista no Programa Enigmas, conto mais sobre o Sonho Lúcido ou Mistério do Vôo Noturno. É um bate-papo bem interessante

Fortuna é a deusa que doa a abundância e a prosperidade naquilo que você cultiva e realiza. Age sempre de maneira imprevisivel e você não tem como lhe cobrar ou demandar por tais bençãos. Sua irmã Nemesis distribuia as punições aos que contavam automaticamente só com a sorte para suas vidas. Também punia aqueles que faziam mal uso dos presentes de sua irmã.

MAQUIAVEL, VIRTUS E FORTUNA

Para Maquiavel “Virtus” eram as capacidades próprias, aptidões, perícias e habilidades de uma pessoa. As silentes virtudes de alguém sempre aliadas a fortuna ou a boa sorte formam a combinação que permite alguém ter uma boa vida.

No caso de Maquiavel que assegurava o domínio do seu princípe. Segundo as más línguas da época e também na dos pesquisadores dos anos 70 Raymond McNally e Radu Florescu aí tem mais. Para todos eles o modelo perfeito do Principe de Maquiavel era o Voivode Vlad III da Casa Bessarabi. Acho que vocês o conhecem melhor como Vlad Tepes ou ainda Drácula.

Enfim, tudo que existe vida carrega a morte junto. Um jogo complexo de dualidades bem mapeado na Kabbalah Hermática. Também podemos falar disso nas medidas e ritmos dos seus extremos mais distantes na figura das qliphoths.

Aliás, quem aprecia nosso programa semanal de webradio VOX VAMPYRICA? O tema dos sonhos lúcidos e também da bruxaria ganhou uma edição especial nele em 2018.

Sonhos Lúcidos, Virtu e Fortuna podem se ampliar e muitas vezes considero que o matemático Malebrandt e seu estudo das fractais podem elucidar sobremaneira a arquitetura psicodélica e não-euclidiana de nossos sonhos. A mecânica de alguns atratores deste contexto são interessantes demais. Para a gente na Cosmovisão Vampyrica temos que pensar e sonhar são faces da mesma moeda. Logo vem as perguntas: Como posso fazer uso do sonho lúcido na minha vida? Como posso fazer a paralisia noturna e meus encontros astrais deixarem de ser um problema para mim? Falamos mais disso no artigo que acompanha o video abaixo.

O video é bem curtinho para um tema desses, ainda assim o artigo que o acompanha é bem amplo e pode lhe acrescentar e complementar nas suas experiências com os sonhos lúcidos, leia aqui

Aliás, se este tema lhe envolve e você tem algo para falar de sonhos lúcidos e de paralisia do sono, vem encontrar a gente aqui no curso Mistério do Vôo Noturno!

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog