Resenha: O VALE DOS MORTOS

Back to Blog

Resenha: O VALE DOS MORTOS

 

 

Título: O Vale dos Mortos

Autor: Rodrigo de Oliveira

Páginas: 298

Editora: Faro Editorial
COMPRE AQUI: BUSCAPÉ, AMAZON,  AMERICANAS

 

Se em o “Elevador 16” eu já tinha me apaixonado, em “O Vale dos Mortos” meu amor se tornou fortíssimo!!

“Nunca se sentiu tão vulnerável em toda a sua vida como naquele momento,
sem um lar para voltar, sem enxergar saída. Sem absolutamente nada.”
Pag. 94

Os cientistas descobrem que o planeta Hercólubus está vindo de encontro à Terra. Sim, o planeta descrito por Nostradamus realmente existe e está vindo pra cá!
Nostradamus dizia que seria o fim do mundo, já os cientistas garantem que o planeta irá apenas passar por nosso sistema solar e que a população não precisa se preocupar pois ele não irá se chocar.

“Em alguns casos, a aposta era que um gigantesco cometa se chocaria contra a Terra,
transformando tudo em um gigantesco monte de escombros.”
Pag. 17

Porém no momento da passagem do tal planeta, mais da metade da população dai desmaiada, causando vários acidentes e muitos transtornos. Pessoas que estavam dirigindo simplesmente apagam, mas nem todos são acometidos por este surto.

Momentos depois, esses que haviam desmaiado começam a despertar, só que não são mais humanos, são monstros sanguinários, fortes e famintos.

“Sem esboçar nenhuma reação, ela enlaçou o pescoço daquele homem, que tanto se
preocupara com ela, e cuja vida devotara, em grande parte, a cuidar de outras pessoas,
e mordeu com violência o seu pescoço, arrancando numa dentada um farto pedaço de tecido, nervos e carne.”
Pag. 38

No meio dessa confusão toda, Ivan, sua esposa Estela e seus dois filhos assistem a tudo tomados pelo choque e pelo medo. Eles definitivamente precisam se salvar.

E é nessa corrida pela própria sobrevivência que Ivan toma para si o poder e a vida de outras pessoas. Ele resolve que quer cuidar de todos que estão dispostos a viver também.

” – Sim, senhor meu marido! – Estela bateu continência, deixando todos perplexos.
Depois ela passou ao lado dele e sussurrou: – Nunca mais vou para a cama com você se falar assim comigo de novo. Fui clara?”
Pag. 179

À partir daí muitos outros personagens entram na trama. Alguns extremamente legais, outros nem tanto. Tem de tudo, de crianças à idosos, de personal trainer à psicopata. Todos serão salvos da mesma maneira, mas nem todos merecem viver.

Algumas vezes o problema deixa de ser os zumbis e passa a ser os humanos.

” – Você vai entrar no carro ou continuará tentando fazer amizade com os zumbis?”
Pag. 47

No primeiro livro da série o autor não poupou nada. Tem intriga, assassinato, amor, amizade, inveja, humor, medo, correria e claro, zumbis!

O autor também não tem medo de matar ninguém. E como morre gente!! Aliás, pessoas e zumbis aos montes. Praticamente morre alguém em quase todas as páginas, seja vivo ou morto-vivo. Fiquei empolgadíssima com as descrições das mortes! Elas são realmente ótimas, visualizei perfeitamente cada uma delas. Adorei!

É narrado em terceira pessoa e o ponto de vista principal é de Ivan, que é ótimo. Ele e sua esposa são incríveis, um casal perfeito! Achei o romance dos dois maravilhoso. Um vive pelo outro, e os dois são capazes de morrer para salvar alguém. Me apaixonei por eles.

O próximo livro da série se chama “A Batalha dos Mortos” e tem previsão de lançamento para agosto deste ano. Nem preciso dizer que estou contando os dias né?

A capa é ótima e tem tudo a ver com o livro! Quanto a diagramação, é linda! Um trabalho fenomenal! Um capricho enorme que agrada aos olhos de qualquer leitor.

Quem acompanha o blog sabe que eu gosto do gênero, porém não são todos os livros que me agradam. “O Vale dos Mortos” me agradou completamente. Tem explicação sobro todos os fenômenos, as pesquisas feitas pelo autor deixaram a trama mais convincente.

Rodrigo de Oliveira não é um autor que simplesmente escreveu um livro com zumbis, ele mostrou pra que veio! Acho que posso chamá-lo de Nerd dos Zumbis! Porque o cara sabe muito, e é uma fera mesmo no que faz!

A leitura foi enlouquecedoramente ágil. Não conseguia parar, e nas últimas cem páginas foi quase sem respirar. Sério, de tirar o fôlego mesmo!

O final é tudo o que eu não esperava! Nada previsível. Como não amar?

Bom, recomendo muito pra quem curte o gênero.

 

Para mim só resta esperar o próximo!!

 

Facebook Comments

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back to Blog