Back to Blog

Prince Lestat: A Resenha!

[dropcap ]H[/dropcap]oje o assunto é o Prince Lestat o novo livro de Anne Rice que traz uma nova aventura do vampiro mais incrível de todos os tempos. A última vez que lemos algo novo sobre ele foi há mais de uma década atrás nas obras Fazenda Blackwood e Cânticos de Sangue que de certa forma ofereciam um desfecho romântico aberto para o personagem. Durante este hiato de 11 anos, Anne Rice escreveu sobre lobisomens, uma releitura da vida de Cristo – que aparentemente não atraíram a atenção de todos os fãs… um coro silencioso chamava por toda parte… Lestat…Lestat…Lestat… e ao longo dos últimos anos Christopher Rice o filho da autora foi o silencioso procurador de todos os leitores insistindo por anos a fio que Anne trouxesse uma nova aventura de Lestat.

FLYER FANGXTASY NOVEMBROEntão no começo de 2014 no dia seguinte ao aniversário de dois anos do nosso evento Fangxtasy – a autora anunciou o retorno do personagem em uma nova série de três aventuras – sendo que duas já estavam escritas e que ainda haveria a chance de termos uma terceira parte! O lançamento de Prince Lestat aconteceu com toda pompa e circunstância no dia 29 de Outubro nos Estados Unidos! E graças a nossa leitora Aline Moraes (da página Vampiros de Anne Rice) já tivemos a oportunidade de ler as 480 páginas do novo livro e vamos falar dele a partir de agora!

A história de Prince Lestat se passa nos tempos de hoje e retoma no tom do livro “Rainha dos Condenados” e faz aquilo que muitos fãs da literatura fantástica adoram, traz de volta incontáveis personagens dos livros anteriores e ainda atualiza o que aconteceu em suas vidas ao longo do tempo – e ainda coloca todos perante uma ameaça inimaginável – narrada da perspectiva de Lestat com sua adorável prosa e humores compatíveis… outro ponto bacana é que se você não leu as Crônicas Vampirescas, esta obra oferece uma excelente introdução e vários flashbacks que permitem se inteirar e apresentar para novos leitores todo o universo de Anne Rice ricamente detalhado. A introdução é particularmente interessante pois descreve o chamado Dom das Trevas e todos as suas bençãos e maldições, bem como um refinado detalhamento do jargão dos personagens e pontos relevantes da trama. Uma provável influência das obras de Martin da franquia Game of Thrones. Aliás Prince Lestat é perfeito para uma nova franquia de filmes ou quem sabe uma série da HBO ou da Netflix… aliás neste livro mitologia, tecnologia e o próximo passo da humanidade através do mistério é um tema bem marcado e pontuado pelo Vampiro Marius Romano. Estariam os humanos aptos para abrirem mão de paradigmas mortificantes que os proíbem e limitam de viverem plenamente seus destinos? Prince Lestat é como a fundação de uma Roma Vampiresca… e mais do que nunca o vampiro é usado como uma máscara para debater inúmeras questões humanas relativas ao ponto omega que nos encontramos…

Prince6

A aventura começa com o próprio Vampiro Lestat apresentando a singular ocorrência de uma “Voz” que o intrigava e chamava por ele há tempos e que vinha aparecendo discretamente ao longo de livros anteriores como nas passagens finais do célebre Memnoch. Enquanto isso a Comunidade Vampiresca internacional se encontra atravessando uma crise profunda que inclui chacinas e a morte de incontáveis neófitos do sangue pelas mãos dos vampiros ancestrais. Sim, isso remete diretamente aos fatos acontecidos em Rainha dos Condenados – não temos uma Akasha – mas incontáveis filhos dos milênios ensandecidos e com imensos poderes. Então, alguns entre os antigos resolvem convocar Lestat por sua sabedoria e também articulação para liderar a todos em uma nova era através do Jardim Selvagem. Para quem não sabe, neste universo ficcional as pessoas sabem que os vampiros existem por conta de um livro chamado Entrevista com o Vampiro escrito pelo próprio Louie Pont DuLac e a réplica ao mesmo publicada por Lestat. Pura metalinguagem! Outros vampiros como Marius, Armand, Gabrielle, Louie e também os mortais integrantes da Talamasca também retornam para o deleite de todos.

Prince5

A trama do primeiro livro levará ao encontro da atual Rainha dos Condenados, confrontos épicos e amores impossíveis típicos das obras de Anne Rice – adornado com requinte e bela prosa. Outro destaque interessante foi o aproveitamento do personagem espiritual conhecido como “Amel” o responsável pelo surgimento da maldição ou da benção que é o vampirismo neste universo ficcional de Anne Rice. Como ele se misturou ao sangue e a carne de Akasha, ele que é o núcleo vermelho que une e interliga todos os vampiros da Terra… e o que acontece com seu detentor acontece com todos, como os leitores de Vampiro Lestat e Rainha dos Condenados devem se lembrar…

Prince3

Particularmente Amel foi uma das aparições que mais me agradaram durante a leitura da obra nas últimas madrugadas ao lado de minha amada Srta Xendra Sahjaza (como o livro estava em inglês tinha que traduzir livremente a narrativa) Um tempero extra é que o próprio Lestat pondera durante sua coroação que agora os vampiros não mais serão filhos da escuridão e sim o povo do Jardim Selvagem… e seu primeiro discurso é transmitido do célebre castelo de Auvergne por uma rádio internética…

Prince Lestat afirma mais uma vez Anne Rice como a maior escritora de histórias vampirescas de todos os tempos e o Vampiro Lestat com o grande personagem que revitalizou e reinventou o gênero desde os anos setenta do século XX… como dizem os antigos, sobre Prince Lestat não falarei mais, afinal contar mais qualquer outra coisa seria entregar spoilers 🙂 No evento FANGXTASY do sábado 15 de Novembro celebramos o lançamento de Prince Lestat e as duas décadas do lançamento do filme Entrevista com o Vampiro!!!

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog