Back to Blog

Nádia a filha de Drácula

 

“Nessa época, houve um fato curioso. Colonnese desenhou uma capa na qual Mirza aparecia com os seios à mostra. Zalla, temendo que a revista fosse recolhida das bancas (escaldado pela censura dos anos de chumbo que viu de perto), resolveu retocar a arte, cobrindo os seios da personagem com lápis dermatográfico. Quando Colonnese viu o impresso, ficou bravo. O resultado foi que o Zalla me pediu para criar uma outra vampira, nascendo daí a Nádia. Mas a rusga entre os dois artistas já foi há muito resolvida”, revela Antônio Rodrigues criador de Nádia.Primeira publicação 1982 na Mestres do Terror #33

 

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog