Back to Blog

Liisa Ladouceur e os 40 Anos da Moda Gótica

Nos eventos realizados pela REDE VAMP tais como o Fangxtasy, Carmilla, VAMPinup, REDIVIVO Lounge, Academia Fantástica, nos Saraus e até no Bazar Rede Vamp sempre há a questão do visual mais elaborado que expressa a criatividade e habilidade do nosso público (assista nosso video). O visual de cada um sempre lida com a questão do corpo como o suporte da arte – e de valores pessoais abertos a interpretação de cada um e do seu criador. Alguns gostam de criarem seus visuais e outros de apenas idealizarem e comprarem em lojas ou criadores especializados. O que mais importa é sentir-se bem e viajar ao som da boa música, boas conversas e encontros inesquecíveis dos eventos. Aqui mesmo no REDE VAMP oferecemos um amplo guia de sugestões de visuais.

Recentemente a escritora canadense Liisa Ladouceur elaborou dois vídeos (que se tornaram virais mundialmente) bem interessantes que oferecem uma vitrine e um panorama do guarda-roupa dos estilos por comodidade nomeado como gótico. Partilhamos estes videos a seguir – interessante para nos inspirarmos e também compreendermos que todos eles coexistem ainda hoje em cada festa ou casa noturna através do mundo – assim como o som das bandas aos quais estão mais ou menos associados por seus apreciadores e fãs. No Brasil os termos “Dark” ou “Gótico” são adjetivos as vezes utilizados até como sinônimos em alguns lugares. São utilizados em diversos recortes culturais ou bolhas sociais das mais variadas formas; incluindo um amplo e pragmático vespeiro contraditório de conteúdos entre cada uma delas. Inexistindo qualquer consenso, havendo apenas cartilhas de regras de inclusão ou de exclusão sociais para aquele determinado segmento baseados na popularidade de um determinado “guru” e de seus partidários na internet. Usam termos acadêmicos pomposos (subcultura, cultura, movimento, cena, trevosos e muitos outros) quando na vida como ela é apenas estão falando dos gostos deles e das pessoas mais próximas daquela mesma balada, recorte ou bolha social (quase sempre fazendo de conta que falam em nome do todo!).

Interessante ressaltar que o trabalho de Liisa Ladoceur felizmente não se preocupa com nada disso (ainda bem!)e transcende as arbitragens “sociais” oferecendo uma visão mais clara, ampla e transparente. Mais fiel a história da moda, fashionismo e afins. Vamos a eles e depois de assistir prossiga a leitura:


[youtube video_id=”6JXYLSbJ5FA” placeholder=”no” ]


[youtube video_id=”iti7HE1UBN8″ placeholder=”no” ]


Liisa é dona de um humor sutil e extremamente hábil ao apresentar os conteúdos de um contexto cultural bastante subestimado e incompreendido que reside entre os totens e os tabus da cultura ocidental

 

O trabalho de Liisa foi inicialmente mais conhecido pelo grande público no contexto metal por sua participação no documentário GLOBAL METAL (2008) como narradora, pesquisadora e desenvolvedora do script. Em seguida participou de outro “doc” bastante famoso “IRON MAIDEN: Flight 666” (2009) e ainda no METAL EVOLUTION (2011). A partir de 2011 publicou as obras “Encyclopedia Gothica” pela (ECW Press) e depois “How to Kill a Vampire: Fangs in Folklore, Film and Fiction” (2013, pela ECW Press, novamente). Também publicou um livro de poesias chamado “On Tenterhooks”(2008). Seus artigos, resenhas e críticas pode ser apreciados nas colunas musicais da revista “Rue Morgue”, “Now Magazine”, “The Huffignton Post” e muitos outros. Ela também é autora, pesquisadora e produtora de vídeos no “Banger TV”. Também esteve envolvida com a história da música de Toronto em CITY SONIC e apresentou um outro doc chamado “Satan Lives” (pela Aux Tv). Além disso tudo ela ainda arranja tempo como apresentadora de eventos culturais e festivais diversos. Como todo mundo que de repente surge com um trabalho incrível aparentemente do nada, o início de Liisa se deu com a publicação de zines e de um programa televisivo nos tempos da universidade.

Conheçam mais do seu trabalho no site oficial dela.

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog