FAQs

Frequently Asked Questions


Durante os primeiros meses do ano de 2007 realizamos nossos ritos sazonais e encontros nos arredores de São Paulo em espaço velado contactado por uma de nossas integrantes. Na segunda metade do ano, iniciamos uma turma semanal na Universidade Holística Casa de Bruxa em Santo André. E também realizamos nossas primeiras incursões e participações em conferências relativas ao Neopaganismo e também ao meio holístico - estivemos em várias edições da conferência anual C.W.E.D organizada por Claudiney Prieto e tradição Nemorensis e também nos Encontros de Bruxas e Magos de Paranapiacaba de Tânia Gori e Casa de Bruxa desde então - sempre conduzindo atividades com temas atraentes e de cunho fronteiriço com outras linhagens tais como a bruxaria, druidismo, xamanismo e sagrado feminino. Um meio de mantermos uma ponte e uma troca de informações fluída e horizontalizada com pessoas afins.

No ano de 2008 firmamos presença em solo acolhedor, que nos recebeu e desde então o batizamos sob a alcunha de "Templo de Afrodísia" e firmamos nossos encontros quinzenais e mensais por lá até o ano de 2013 – quando o espaço encerrou atividades e se dedicou a uma nova proposta. Ainda em 2008 mantivemos nossa representatividade em diversos espaços culturais e holísticos com palestras e novas turmas para formação em nosso circulo, entre eles estivemos na Cirandda da Lua (espaço de desenvolvimento humano), Templo de Bruxas, Viver Alternativo, Espaço Faces da Lua (Caieras) e muitos outros. Além disso, realizarmos nossos primeiros rituais coletivos em espaço aberto (em chácaras reservadas e alugadas) e estabelecemos muitas parcerias duradouras.

Já no ano de 2009 além da formação das novas turmas, palestras sobre temas específicos, realizamos diversas conferências online, encontros abertos a comunidade versando sobre temas introdutórios e de interesse vampyrico. Foi uma ano de grande reconhecimento que contou com uma palestra no auditório da Livraria Cultura ao lado do jornalista Sérgio Pereira Couto (autor de Sociedades Secretas);Nas proximidades do Strighezzo dos Ídos (Novembro), revolucionamos uma vez mais e iniciamos o ciclo aberto Introdução ao Vampyrismo que oferecia a possibilidade de conhecer, vivenciar e ser apresentado ao repertório da Cosmovisão Vampyrica em uma órbita mais branda e acessível."Aqueles que fossem da Noite e do Sangue" rapidamente se enturmaram e foram guiados até nós desde então pelos bons ventos noturnos. Também pudemos oferecer alguma instrução e vivências que auxiliaram muitos outros a encontrarem seus caminhos e sendas, sempre com muita transparência, boas trocas informativas e muito caráter em todas nossas relações.

 Em 2010 escolhemos tornar público nosso nome velado de Circulo Strigoi, pois os objetivos iniciais de Officina Vampyrica em formar um núcleo interno com integrantes sêniors, uma roda do ano própria e sintonizada com o ecossistema local e um repertório e ferramentaria de práticas já haviam sido elaborados e afirmados com bastante êxito. Chegamos em um ponto de desenvolvimento que deixamos o que pessoas externas ao meio considerariam somente um conjunto de "cursos" frequentado por "Vamps" e Simpatizantes que os apreciavam e nos tornamos algo mais amplo (ainda coerente e conecto com nossoas propostas e identidade):Somos um Circulo de Vampyras, Vampyros e Simpatizantes com sua própria trilha, fundamentada e estabelecida baseada na prática constante e coerente com o ecossistema local e as especificidades da cultura latina - alinhavado ao manancial vermelho de informações herdadas pelos nossos enlaces familiares com a Dinastia Sahjaza.

Ainda em junho de 2010 nosso líder e fundador Círculo Strigoi, Lord A:., completou cinco anos de envolvimento formal, aprendizado, parceria e irmandade com a primeira dinastia Vampyrica mundial a House Sahjaza e foi nomeado como Elder de Temple Sahjaza e ainda Elder da linhagem Sahjaza-Brazil, titulos que vêm a serem reconhecido pela Matriarca e o Alto Conselho da House/Temple Sahjaza e conferem como sua descêndencia e continuidade Brasileira.Deste modo, cada integrante do Círculo Strigoi, que mantenha uma conduta valorosa, digna e ilibada, no começo de sua quarta roda do ano pode solicitar sua ordália para aprovação como descendente desta linhagem transregional e saborear de todos os seus benefícios e responsabilidades - que não são poucas e demandam sabedoria e uma equilibrada dose de paciência e de audácia - invísivel arte-sem-nome...que por comodidade chamamos como "Strigoi"...ou ainda de Cosmovisão Vampyrica.

No começo do ano de 2011 estreamos nosso "novo site oficial", após um hiato de uma roda-do-ano de representação formal de nossos conteúdos na internet. Em maio iniciamos mais uma turma de neófitos e reunindo ainda antigos integrantes que nos visitavam periódicamente. Contamos com a visita de autores e pesquisadores em nossas reuniões como Marcos Torrigo do livro Vampiro Rituais de Sangue (ed.Madras) e do Vampiro Mitos, Origens e Mistérios(Ed.Idéia). Nossos encontros também contaram com a visita de cantores, artistas e da fundadora do Dia dos Vampiros Liz Vamp. Novas turmas e novos caminhantes se juntaram a trilha e assim a roda do ano girou uma vez mais...com novas graduações e responsabilidades sendo compartilhadas entre aqueles que se juntavam a escuderia e ao círculo interno. Outro bom momento foi a abertura do trabalho rúnico e da ancestralidade nórdica, que vinha sendo veladamente desenvolvido há anos sob as influências dos escritos de Johanes Bureus, Thomas Kalrsson, Edred Thorson e muitos outros.

 Em 2012 escolhemos na primeira metade do ano manter o Círculo Strigoi apenas em atividade para quem já estava trilhando o caminho - desde os novatos aos integrantes seniôrs.Foi um tempo de recolhimento, aprofundamento, empoderamento e fortificação.Com este intuíto Lord A:. abriu para o Círculo Interno e a Escuderia as dependências do Solo Sagrado Strigoi (um projeto velado e particular cultivado desde 1997) no recém-fundado Halo Amantkir que compreende as Montanhas e arredóres da Serra da Mantiqueira. Enquanto o Círculo Strigoi mantinha suas atividades em Halo Antares no recanto conhecido como "Morada dos Faunos", instituímos algumas atividades abertas como o passeio cultural "São Paulo Maldita" e o "Encontro do Tarô dos VampiroS" agora radicado no Parque do Ibirapuera. Outro grande momento foi a celebração aberta do rito Honra, Caráter e Fogo Estelar durante o Encontro de Bruxas e Magos de Paranapiacaba da Universidade Holística Casa de Bruxa.Nesta mesmo evento, no dia seguinte houve a palestra conjunta do pesquisador Marcos Torrigo e de Lord A;. sobre o "Vampiro na América Pré-Colombiana".Também podemos citar a participação do Circulo Strigoi na primeira edição do evento Tarot Masters com uma vivência sobre a carta do "Enforcado" que contou com a participação do público e também dos convidados internacionais Marcus Katz, Thalia Goodwin & Rachel Pollak.

Na segunda metade do ano o Círculo Strigoi re-abriu suas atividades inicialmente para a Escuderia no Templo de Afrodísia e no mês de Outubro inicia uma nova turma de Neófitos.Também fomos agraciados pela visita da historiadora Andrezza Ferreira do livro História dos Vampiros (Ed.Madras).Ainda no decorrer deste ano o patriarca Lord A:. e sua consorte Srta.Xendra iniciaram dois eventos/festas para movimentarem o lado fashionista e lúdico da cena paulistana sendo o Carmilla e o Fangxtasy.Suas histórias, artistas, djs, expositores e lembranças podem ser alcançadas em seus respectivos sites no portal Rede Vamp.

Em 2013 assistimos o retorno ao Rakasha do Templo de Afrodisia com o encerramento de atividades do templo que nos abrigou desde o ano de 2008. Nossas atividades prosseguiram veladas para nossos integrantes na “Morada dos Faunos” na zona sul paulistana e no “Solo Sagrado Strigoi” nas montanhas de Halo Amantkir. Nossos encontros públicos aconteceram no encontro do Tarô dos Vampiros no mezzanino da loja Fake No More e atraiu inclusive a atenção dos principais tarólogos brasileiros como Roberto Calderia, Rubens Lacerda,  do ocultista e pesquisador de oráculos Marcelo Del Debbio e da própria criadora deste deck a Barbara Moore – que participou de uma edição através de recursos de videoconferência. Também prosseguimos com o passeio cultural São Paulo Maldita e o rito Amor, Honra, Caráter e Fogo Estelar na Vila dos Ingleses. Ainda em Paranapiacaba na primavera deste mesmo ano estreamos o Sarau no Jardim de Perséfone sob os auspícios de Srta Xendra Sahjaza e integrantes do Circulo Strigoi. O final do mês de outubro marcou os preparativos para a revisão final da obra Mistérios Vampyricos. Foi um ano de continuidade dos diversos eventos e projetos. Em nossos ritos alcançamos a habilidade e o companheirismo – em algumas ancestralidades – requeridos espiritualmente para ativarmos as zonas de poder e do “Sangue” que nos permitiu abranger e alcançar uma lapidação pessoal ainda mais efetiva e contínua para todos os nossos integrantes. Celebramos 10 anos de Cena/Subcultura Vamp no Brasil. Outro ponto relevante deste ano foi a consolidação e atribuições destinadas aos integrantes da cavalaria do Círculo Interno no Solo Sagrado Strigoi: Chris M. & Vincent Sahjaza. Bem como a elevação da primeira sacerdotisa do Círculo Strigoi: Srta Xendra Sahjaza.

Em 2014 nossas atividades prosseguiram de forma velada mas com o diferencial que estabelecemos uma sala no espaço Mystic Mall próximo ao metrô Vila Madalena para encontros semi públicos e instruções teóricas dos neófitos. Outra parte do ano foi ocupada pelas revisões e acréscimos a obra Mistérios Vampyricos, que nos colocou em contato com alguns monges romenos da igreja ortodoxa – o que ampliou nossa compreensão da espiritualidade romena e de fatos históricos pouco conhecidos sobre muitos dos temas associados por comodidade ao vampirismo. O ano também foi marcado pela aproximação e correspondência com os vamps de Londres, uma cena cultural considerada pouco acessível por nossos pares norte-americanos. Esta troca de conteúdos aprimorou e lapidou ainda mais nosso Círculo Strigoi e seus conteúdos e ritualísticas. A segunda metade do ano foi marcada pelo lançamento da obra “Mistérios Vampyricos A arte do Vampyrismo Contemporâneo” na Bienal do Livro de SP e incontáveis noites e tardes de autógrafos e palestras sobre seus conteúdos. Ao final do ano participamos do Dia do Orgulho Pagão e ainda com uma palestra na Mystic Fair, o maior evento do gênero da América do Sul.

Depois de 9 anos da nossa fundação lançamos a pedra fundamental do projeto "SLVN: Sob o Longo Véu Negro" inicialmente como um site da REDE VAMP para cadastrar afins e do "Sangue" interessados em desenvolverem o contexto Vamp nas cidades e regiões onde moram.O plano prevê nosso apoio com o fornecimento de conteúdos exclusivos e videoconferência.Também ao longo do ano estivemos no Rio de Janeiro, na edição da Mystic Fair onde conhecemos muitos leitores de Mistérios Vampyricos, ouvintes do Vox Vampyrica e demos início a formação de um núcleo local; assim como nossa visita a cidade de Brasília e o reencontro com afins.Outro marco do ano de 2015 foi o processo de desenvolvimento do nosso E.A.D (sistema de ensino a distância) para encontradores e neófitos que assim podem aprimorar seu aprendizado de onde quer que estejam e participando de ritos e vivências na sua própria disponibilidade de tempo.Também celebramos o final da tiragem do livro "Mistérios Vampyricos" de nosso patriarca e assistimos a organização de um novo livro que dará continuidade ao seu trabalho.
Vale lembrar que a investidura de High Elder na Dinastia Sahjaza foi originalmente criada neste ano dada a gratidão e apreço dos trabalhos realizados pela linhagem brasileira. Também celebramos a nomeação histórica de Srta Xendra Sahjaza ao grau de High Elder - e de integrantes ativos do Círculo Interno a nomeação de Elder: Vincent, Chris, Khintarus e Lilith através de declaração formal e de carta-patente da grande matriarca e do conselho da dinastia Sahjaza norte-americano. Mais um capitulo, um ano concluído com êxito e com honrarias únicas conquistadas pelos integrantes do Círculo Strigoi primeira vez no Brasil e América do Sul.

Iniciam as celebrações da primeira década de atividades do Círculo Strigoi no mês de março.