Experiência Sobrenatural do Leitor: Gra Monteiro

Back to Blog

Experiência Sobrenatural do Leitor: Gra Monteiro

Boa tarde queridos e queridas.

Hoje trazemos a vocês a experiência sobrenatural da querida amiga Gra Monteiro, que se passou em sua infância junto a uma boneca tenebrosa rs

Antes disso, quero convidar a todos a ouvirem amanhã (quarta-feira, 28 de Julho de 2016) o programa TERROR EM ENGELSBLÜT na Acidic Infektion nos seguintes locais e horários:
* Brasil: 20:00h;
* Buenos Aires / Montevidéu: 20:00h
* New York / La Paz: 19:00;
* Lima / Bogotá: 18:00h;
* Londres / Lisboa / Dublin: 00:00h;
* Madrid / Amsterdam / Paris: 01:00h;
* Berlin / Rome: 01:00h.
Acessem acidicinfektion.com ou pelo app TuneIn em seu celular e ouçam o programa com especial da verdadeira Loira do Banheiro do Brasil e no djset anos 80′ com David Bowie, Sisters Of Mercy, Peter Murphy, Bauhaus, Joy Division e muito mais.

111

 

Nádia – A Boneca Possuída

Esse é um relato verídico, muitos podem não se lembrar dela, mas quem teve com certeza não esquece. Nádia! a boneca maldita…novidade na época de seu lançamento e cobiçada por muitas meninas, eu não era diferente.

“Que legal uma boneca que fala!” pensei eu… torrei a paciência dos meus pais até ganhar uma.

 Cabelo loiro chanel com calça pink, casaquinho cor- de – rosa bebê. Tem gente que fica triste até hoje, por não ter conseguido uma, eu fico feliz por ela ter ido embora. Por que?

Por que Nádia, funcionava sem pilhas…isso mesmo sem pilhas, sem gostei mais de Barbie e por desde o começo ter ficado com medo da Nádia, eu a deixava de lado…brincava só quando tinha um adulto por perto, para não tomar bronca por ter feito questão de um brinquedo caro e não usar.

Nádia, parecia perceber o desprezo… se eu a colocasse de um jeito bastava pegar outra boneca e me virar, e ela já estava de outro. E do nada dizia: Nádia quer brincar!

Aquilo me arrepiava, minha mãe dizia que eu ficaria de castigo por mentir, Nádia falava de madrugada, mas ninguém ouvia…minha mãe, levantava de noite para me dar bronca e mostrava: Olha, ta vendo a boneca está sem pilhas, para de ser mal agradecida e vai dormir!

Minha mãe mal ia para o quarto, a boneca virava o rosto pra mim e falava: Nádia quer brincar!

Ninguém acreditava em mim, eu parecia apenas uma criança boba e mimada, com medo…sendo que nessa época eu já adorava os filmes do Chuck, Jason e etc..

Mas da Nádia…ah essa sim eu tinha medo.

O tempo passava e eu cada vez mais desprezava Nádia, como me livrar de um brinquedo carro? Eu morava no quinto andar de um prédio, pensei em jogá-la e dizer que caiu por acidente…a janela não tinha tela mesmo.

Porém nesse dia, estava eu sozinha em casa, a boneca no quarto…eu na sala andava de um lado para o outro pensando em como me livrar da boneca, quando de repente olho para trás e quem esta no chão????

Nádia…e desembestou a falar… Lembro dela falando Olá eu sou a Nádia… nós podemos brincar de um monte de coisa…

Ahhhhhhhh que medo !!! aquele dia em toda a minha infância, foi a única vez que fiz xixi na calça, que pavor!!! Eu não podia jogar a Nádia pela Janela, ela ia voltar pra me pegar e agora?

Minha mãe chega minutos depois vendo a cena, disse que eu não ia mais assistir filmes de terror…mas os filmes não me davam medo, mas ela não acreditava que Nádia estava possuída. Na época a boneca maldita, era a boneca da Xuxa, mas a Nádia a ela não tadinha…tadinha?

Ela já apareceu sozinha na lavanderia, no banheiro, na sala…se colocasse de um jeito, quando você voltava ela tava de outro…

O Momento Terror era também quando minha mãe chegava com as pilhas da Nádia, 4 pilhas grandes, sempre me lembrava da cena do Brinquedo Assassino quando, o menino tenta desligar o boneco e descobre que ele se mexe sem pilhas! Nas costas da boneca tinha um ponto onde você apertava com um palito de dente que acionava as falas…curiosidade??? Nunca acionei esse botão.

Boneca possuída? criança maluca?nadia

Ela precisava ir embora…

Porra, ela piscava, falava com você e mexia a oca!

Uma vez a minha irmã foi dormir na casa da minha prima, eu fiquei, por que como minha tia tinha muitos filhos, minha mãe não queria dar trabalho, então cada semana uma dormia lá…ou eu, ou minha irmã, que já estava de férias na escola e eu de recuperação, e naquela semana eu estava, dormindo sozinha com aqueles monte de bonecas e a Nádia  que ficava em cima do guarda roupa, eu fui pra escola quando eu cheguei a boneca estava do outro lado do quarto em pé apoiada na parede, sem roupa .

Eu perguntei pra minha mãe se ela tinha mexido na boneca porque eu tinha deixado a boneca daquele jeito deitada com roupa em cima , minha mãe disse que não que nem tinha entrado no quarto, meu irmão era um bebê de dois anos e meu pai estava trabalhando. E isso é um mistério pra mim, ninguém acredita, mas eu vi .

Bom, minha mãe sempre gostou de ajudar os outros e dizia que tínhamos que doar brinquedos que não usávamos mais…foi aí que tive a ideia, Nádia vai para doação! se eu destruísse ela ia voltar pra me pegar.

Então doei junto com alguns brinquedos, não que eu quisesse doá-los também, mas ela precisava ir embora. Nunca mais a Vi, não sei pra onde foi, nem o que foi feito dela.

Mas voltei a dormir em paz, porém em feira de brinquedos antigos jamais, mas jamais mesmo chego perto de uma Nádia.

dancers-after-dark

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog