DRACULA agora na DARKSIDE BOOKS

Back to Blog

DRACULA agora na DARKSIDE BOOKS

Há 121 anos o romance Drácula do irlandês Bram Stoker é o título vampírico mais influente e vigoroso de todos os tempos (inclusive a REDE VAMP celebrou o aniversário de 120 anos da obra no ESCAPE HOTEL em SP e desde 2014 comemora todo ano o WORLD DRACULA DAY no Brasil com eventos e palestras gratuítos). O grande mérito do príncipe das trevas é o de reunir todo o folclore e a somatória das histórias romanticas e vampíricas produzidas no final do século XVIII e no XIX. Percebemos em suas páginas o tom fascinante e sufocante da Carmilla de Sheridan LeFanu alinhavando incontáveis narrativas de Christabel, Varney, Lord Rutheford e incontáveis outros imortais dos penny dreadful e outras publicações amadoras de terror e ficção daqueles tempos. Drácula oferece um duelo inesquecível entre as forças da razão (com todos seus maneirismos, masculinidade exagerada e teorias) lideradas por um místico fervoroso contra a devastidão sombria e estrangeira simbolizada por um demônio lascivo que se manifesta exclusivamente na ausência dos perversos apenas para as mulheres – uma rica e sedutora insaciável de cabelos vermelho-fogo – e sua melhor amiga uma professora e cientista cujo a atitude e a postura desafiavam o protagonismo masculino daquele tempo. E agora a DARKSIDE BOOKS a maior e mais querida editora de terror e ficção do Brasil nos supreende com sua versão de DRÁCULA de Bram Stoker, capa dura, design primoroso e aquele charme tão singular e característico de suas publicações de longa data. Vamos as palavras do release da editora:

Drácula, um clássico que ainda corre quente na veia de inúmeras gerações de leitores por todo o mundo e a mais celebrada narrativa de vampiros, continua a transcender fronteiras de tempo, espaço, história e memória. Mais de 120 anos após sua primeira publicação, o romance epistolar mobiliza leitores e estudiosos, confirmando o vigor perene de uma árvore cujas sólidas raízes respondem pela vitalidade de suas ramificações. Embora o famoso conde não tenha sido o primeiro vampiro literário, certamente é o mais popular, sugado e adaptado para inúmeros universos: teatro, cinema, quadrinhos, séries e brinquedos, o semblante é reconhecido até mesmo por aqueles que nunca leram o romance. Ele está em todos os lugares.

A obra atemporal de Bram Stoker narra, por meio de fragmentos de cartas, diários e notícias de jornal, a história de humanos lutando para sobreviver às investidas do vampiro Drácula. O grupo formado por Jonathan Harker, Mina Harker, dr. Van Helsing e dr. Seward tenta impedir que a vil criatura se alimente de sangue humano na Londres da época vitoriana, no final do século xix. Um clássico absoluto do terror, Bram Stoker define em Drácula a forma como nós entendemos e pensamos os vampiros atualmente. Mais que isso, ele traz esse monstro para o centro do palco da cultura pop do nosso século e eterniza o vilão de modos refinados e comportamento sanguinário.

Duas edições para um romance único Não é de agora que os leitores clamam por uma edição de Drácula feita pela DarkSide® Books para honrar o legado do mestre Bram Stoker. Uma obra tão grandiosa quanto essa merece uma homenagem à altura, e será publicada em duas versões — para nenhum vampiro colocar defeito: first edition, com a icônica capa amarela da primeira publicação (, em 1897, uma edição inédita no mercado brasileiro que eterniza o brilho e o encanto do sol, algo inalcançável diante de toda a dor da eternidade; e a dark edition, dedicada aos leitores trevosos de coração sombrio. Por dentro elas carregam o mesmo conteúdo sangrento; por fora demonstram a vida e a beleza de um clássico imortal.

Para fazer os leitores se arrepiarem, Marcia Heloisa assina a tradução e introdução de Drácula. E como sangue tem poder, o descendente direto do autor, Dacre Stoker, escreve a preciosa apresentação desta edição. Carlos Primati e Marcia Heloisa dão suas contribuições para a perpétua criatura. O leitor encontra textos de apoio que contam as relações entre a verdadeira Transilvânia e a aquela eternizada no livro, bem como a influência dos vampiros na cultura pop mundial. E como a DarkSide® Books sabe o que faz o coração dos vivos leitores da editora bater mais forte, apresenta também o conto “O Hóspede de Drácula”, que fazia parte do texto de Stoker, mas foi retirado da primeira publicação. Todo esse conteúdo, planejado especialmente para os darksiders que sabem que existe uma razão para as coisas serem como são, é ornamentado com as belas e poderosas imagens de Samuel Casal, premiado quadrinista e ilustrador brasileiro, que fez uma releitura deslumbrante de personagens imortais.

A coleção Medo Clássico da DarkSide® se consolida a cada mestre que entra em sua casa,
fazendo uma homenagem aos grandes nomes da literatura que já causaram pesadelos
inenarráveis aos leitores, década após década. Para eternizar a experiência, sempre traz
ilustradores convidados e tradutores que respiram e conhecem profundamente as obras
originais. De fã para fã. Até o fim.

Bram Stoker (1847-1912) foi um autor irlandês que ganhou reconhecimento mundial com sua obra-prima gótica, Drácula. Embora tenha se formado em matemática, atuou como diretor do Lyceum Theatre, de Londres, e depois encontrou nas letras a verdadeira vocação. Drácula tornou-se um marco na literatura e deu origem a várias adaptações no teatro e cinema, incluindo a clássica de 1931 com Bela Lugosi no papel de conde Drácula.

Embora Dracula seja muito mais lembrado pelo cinema e a face de grandes atores como Bela Lugosi, Sir Cristopher Lee e Gary Oldman pelas interpretações mais marcantes do personagem é interessante prestigiar uma primorosa re-publicação deste grandioso clássico. Drácula é mais conhecido do que Jesus Cristo segundo site IMDB, assim confesava o escritor e historiador brasileiro Arturo Branco (Origens de Drácula, Madras, 2011) e embora seu reinado tenha sido tomado pelo Príncipe Lestat de Anne Rice e um pouco antes disso por outros vamps mais jovens como os THE VAMPIRE DIARIES, TRUE BLOOD e até da infame SAGA CREPÚSCULO – sempre há algo interessante e notório que podemos acrescentar a criação daquele irlandês deliciosamente delirante e louco!

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog