Século XI [1001 á 1100]

 
     
 

Uppyr, ok? Certo, então o que eles faziam que pode ser confundido hoje com o que chamamos de Vampírico nos dias de hoje?

Uppyr era um termo que designava pagãos lá na cidade de Novgorod na Rússia do século X.O termo também era usado como "auto-depreciativo" no sentido de não merecedor da graça (como vimos na tradução do Livro dos Salmos anteriormente); Também era usado para "não-batizado" ou "não- convertido" da nova religião católica que estava sendo finalmente instituída na região.Esta história é mais detalhada ao longo do meu primeiro livro e superficialmente comentado ao longo deste site.

Em geral quando os "Uppyr" (leia pagãos, integrantes dos antigos cultos de fertilidade da terra, baseados na caça-selvagem e procesos extáticos) caíam em extase, ficavam desmaiados por alguns dias – podendo ser dados como mortos, dentro da visão da época.Em seguida voltavam a vida e contavam relatos bem medonhos sobre mudanças de formas para animais como lobos, serpentes, gatos, cavalos outros sobre terem voando sobre montarias pouco convencionais – os mais corriqueiros incluíam a transformação em pássaros negros e mesmo morcegos (como no caso dos Strigois Romenos – até hoje ainda apresentados como vampiros – desde o século XV…).

Dentro deste contexto eram muitas vezes realizadas jornadas para combates noturnos. Os combates, os motivos e os métodos eram diferenciados em cada região e culto. Alguns relatos falam de grupos que jornavam até a terra dos mortos e lá brigavam com eles, para roubarem as sementes das próximas colheitas e as almas dos rebanhos.Nada mais conflituoso que as histórias das brigas territoriais de vampiros na prosa e ficção.

Outros grupos brigavam com grupos rivais.Outros ainda invadiam moradias de outras pessoas e roubavam coisas importantes, alimentação e quem sabe até a vida destes – havia bastante temor em relação a isto e muitas simpatias que inibiam este ato. CONTINUE SABOREANDO ESTE TEXTO…

 
     
 
TEXTOS RECOMENDADOS SOBRE O PERÍODO:

Através do Espelho Negro (site Vampyrismo.org)
Um breve Olhar Imortal (site Vampyrismo.org)
O Paganismo & o Vampyrico (site Vampyrismo.org)
Bibliografia do (site Vampyrismo.Org)
– Livros de pesquisa Recomendados
(rede vamp)

TEXTOS INTRODUTÓRIOS SOBRE VAMPYRISMO:
Primeira Visita (site Vampyrismo.org)
Textos Recomendados (site Vampyrismo.org)

 

 


1047

– Primeiras aparições, na forma escrita, da palavra "upir" (uma forma primitiva da palavra que mais tarde se tornaria "vampiro")

 

 

"AS DEUSAS NEGRAS: No século XI a Europa enfrentava a "fome".E os antigos cultos de fertilidade da terra, tornaram-se procurados devido a adoração as chamadas deusas-negras. Eram negras, para simbolizarem o solo mais fértil que existia.E por receberem a todos em seu abraço, sem preconceitos.Eram selvagens, e disso falamos ao longo do livro.A igreja católica vê-se em cheque e decide instituir o culto a Virgem Maria/Nossa senhora, ou melhor tira-la do papél de uma deídade menor ou secundária.Nos primeiros mil anos do catolicismo, ela tinha pouco destaque ou relevância. Com isso o cristianismo, rapidamente vestiu mantos azuis sobre as Deusas Negras em diversas regiões – e as rebatizaram como Nossa Senhora."Você pode conferir este texto na íntegra, aqui !

 
     
 
A TEMÁTICA DAS DEUSAS NEGRAS É SEMPRE ATRELADA A QUESTÃO DO FEMININO DELETÉRIO E NOS TEMPOS ATUAIS "ENCARNADA" PELA IMAGEM DA VAMP NA PRODUÇÃO CULTURAL E TAMBÉM NO FASHIONISMO.NA VERTENTE DA COSMOVISÃO VAMPYRICA, ESTA IMAGEM TEM UM SENTIDO CONOTATIVO QUE A APROXIMA DE CERTO SENTIDO ORIENTALISTA MUITO INTERESSANTE.DO "NÃO-VAZIO" E DA ESCURIDÃO NO SENTIDO DO LADO NÃO-MODELADO OU DO INCONSCIENTE…ENTRE OS ANOS DE 2004 A 2010 ESCREVÍ E APRESENTEI ALGUMAS CONFERÊNCIAS INTERESSANTES SOBRE O TEMA.ABAIXO COMPARTILHO LINKS PARA UMA SÉRIE DE TEXTOS DESTE PERÍODO.
 
 
– SOBRE LILITH

– FÚRIAS E ERÍNEAS,

HÁRPIAS, KERES E LÂMIAS,


CÍRCE
,


O LADO PAGÃO DA IMAGEM DE PIETÁ

  VIRGINDADE DA MÃE PRIMORDIAL

A MÃE PRIMORDIAL TAMBÉM É A COVA
– A VAMP & O FEMININO DELETÉRIO

 
  ,  
 
espelho negro A
 

 
 
NOTAS: Esta cronologia surgiu como uma curiosidade para agregar alguns dos eventos mais representativos de uma história vampírica e posteriromente a cena vampyrica; Esta é uma obra aberta em constante acréscimo de informações e fontes, será um prazer contar com a colaboração dos visitantes para a inserção de mais informações, contatos podem ser feitos exclusivamente pelos comments abaixo e o assunto deve ser preenchido como cronologia, e por gentileza citem a fonte ou autor das informações enviadas, do contrário será desconsiderado.

*** Esta é uma cronologia da utilização do termo "Vampírico" desde sua aparição ao norte da Rússia no século X, sua migração para os eslavos, suas reinterpretações e usos anacrônicos e generalizantes do século XV em diante – que virá até a Subcultura Vampyrica Contemporânea.Note que em nenhum momento existe qualquer forma de continuídade ou de sequenciamento linear entre os períodos históricos que este estudo abrange.Se você é um "Vamp" hoje em dia, você não é nenhum tipo de sequenciamento de algum habitante dos campos da Rússia do século X ou afins nos dias de hoje.Respeite a sí e aos padrões culturais da época em que vive, isso facilita consideravelmente sua vida e a de todos nós..

*Todas as informações postadas aqui provêm de fontes reais, obras literárias ou websites e são creditadas aos seus respectivos autores, a veracidade das mesmas são da responsabilidade dos respectivos autores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.