Conheça o livro "A Sedução do Vampiro" de Milly Williamson (Ed.Madras)

Back to Blog

Conheça o livro "A Sedução do Vampiro" de Milly Williamson (Ed.Madras)

SOBRE O LIVRO A SEDUÇÃO DO VAMPIRO:

“A Sedução do Vampiro Gênero, Ficção e Cultura de Fãs de Bram Stoker a Buffy explora o eterno mito de Drácula e dos vampiros e o porquê de esse mito ter-se mantido tão popular, por tanto tempo. Mais de cem anos depois da publicação do influente romance de Bram Stoker, o vampiro está mais presente na cultura popular do que nunca – o que pode ser observado nos filmes Drácula de Bram Stoker (1992), Entrevista com o Vampiro (1994), a trilogia Blade (1998-2004), Underworld (2003), Van Helsing (2004) e, particularmente, em Buffy A Caça-Vampiros, uma série de televisão originada de um filme, e na série Angel, que teve origem em Buffy. Milly Williamson analisa esse fenômeno, dando particular atenção às questões de gênero (tanto dos filmes, como dos fãs de vampiros), à representação moderna do vampiro e do outro, à natureza da identidade e da identificação e aos próprios fãs.” Do release oficial.Vamos agora a um breve olhar do seu conteúdo por Vampyros…

SedVampPublicado ainda em 2011 pela Madras. a obra é de autoria de Milly Williamson (do centro de pesquisas de comunicação de massa de Leceuster) e é bem focalizada na relação dos apreciadores da produção cultural vampiresca com ênfase no fashionismo. Um ponto interessante é a contextualização do vampiro (persona literária) como fruto da burguesia e da economia do tumultuado século XVIII – o que o tornou uma excelente máscara para Marx e seus seguidores exercerem suas críticas a burguesia e sua alienação. Uma das suas citações mais famosas foi: “O Capital é trabalho morto, o qual como um vampiro, vive apenas para sugar o trabalho vivo, e vive mais, quanto mais trabalho suga.” Aliás, o romance gótico e os “poetas malditos” que as obras exploravam com riqueza as contradições nas esferas culturais e econômicas e em especial na forma oficial de interpretar o mundo, eram considerados literatura de alienação pelos Marxistas e se enquadravam com louvor nas quatro principais categoria alienantes deles.O vampiro representava a alienação (talvez por isso que até hoje os rebanhos Marxistas, Stalinistas e suas cartilhas e “bedéis colegiais” desdenham abertamente do Vamp na cena alternativa). O autor de “A Sedução do Vampiro” inclusive neste quesíto aponta que:

 

“(…)Sempre ambivalente o vampiro expressa nossa alienação em relação a nossa própria humanídade e oferece uma transcendência imaginária a limitações impostas ao corpo e ao Self.Tal dualídade explica, portanto, a longevidade do vampiro e sua popularidade nos dias de hoje, pois a cultura anglófona celebra cada vez mais um sentido de self ao qual a maioria não consegue ou não irá se ajustar.Portanto nossa própria era é marcada por límites e contradições dos discursos oficiais que aumentam as lacunas entre tais discursos e nossas próprias experiências no mundo.Por conseguinte, o vampiro deixou de ser uma representação do terror-ele é a representação do marginalizado, o que nos ajuda a explicar sua enorme popularídade e a existência de uma grande cultura de fãs. (…)”

mwMilly oferece uma paisagem interessante sobre a cena Vamp ao apontar que vivemos uma espécie de “elitismo boêmio” habitado por espíritos de “Nosso Mundo e o Deles; Integridade X Vender-se; Pureza e Perigo” a buscarem o acalorado e o acolhimento de viver como sentem que querem viver; reclamando em sua via noturna o direito a unicidade de sí e as tentações de arder em descontentamento, invejas e territorialidades. Tal conduta de fazer por prazer e viver como aprecia confronta o ethos capitalista e também o socialista em múltiplos planos. A condição de cultural alternativa, subcultura ou underground não apresenta as condições para executar uma mudança prática e eficaz em tais mecanismos.Todavia o autor defende que o vampiro (enquanto persona literária) está eternamente atrelado a impossíbilidade de alcançar aquilo que as culturas numéricamente superiores insistem e apontam como a realização de sí nos moldes massíficados de seu imaginário publicitário.

SERVIÇO:

A Sedução do Vampiro
320 Páginas,
Editora Madras
preço médio R$39,00

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog