Back to Blog

Os clãs: Ravnos

 

Talvez dos clãs cujo o apelido melhor os descreve. Enganadores.

Todo o Ravnos é viciado em algum tipo de crime, suas bestas clamam no seus subconscientes por uma delito específico. Roubo, furto, estelionato, estupro, qualquer delito com maior ou menor reprovação pode ser o vício de um vampiro deste clã.

Suas disciplinas são o animalismo, a fortitude e o quimerismo.

 

Animalismo é usado pelos Ravnos para manter contato com a fauno do ambiente ou simplesmente colher informações sobre trajetos. Sabe aquela coisa de “um passarinho me contou”? Isso literalmente acontece com eles. De dia animais podem vigiar seus refúgios ou mesmo avisá-los de perigos noturno ainda distantes.

Fortitude é a última cartada. Quando a enganação já falhou é melhor que o trambiqueiro aguente uma boa surra e/ou tortura para que posso continuar fazendo vítimas por mais noites.

Quimerismo, esta é a disciplina exclusiva do clã. Existem lendas de que esse poder advém do contato dos Ravnos com as fadas, bem, sua origem é tão nebulosa quanto seus efeitos. Este poder permite ao vampiro criar ilusões e quanto mais ele avança nessa disciplina, mais elaboradas suas ilusões se tornam ao ponto até de permanecerem mesmo longe do vampiro ou pior se tornando reais para a vítima. Quem sofre com a “Cruel realidade” (nome do nível 5 do quimerismo) não morre efetivamente, mas acha que morreu e por conta disso pode desmaiar ou entrar em torpor (depende da sua natureza obviamente).

 

Os ravnos em sua maioria eram (e muitos ainda são) ciganos. Eles sofreram horrores na época da segunda guerra mundial

O clã está desorganizado e escasso nas noites atuais. Ocorre que em 1999 (um ano de muitos impactos no mundo das trevas) houve um evento cataclísmico para o clã. Neste período os Ravnos estavam abraçando muito mais que o normal, o que acabou por gerar inúmeros sangues fracos (abordarei o tema mais adiante, mas basicamente são vampiros mais humanos que o normal e muito fracos, são vistos como anúncio do apocalipse). Na primeira semana de junho de 1999 vários sensitivos começaram a ter visões e sonhos com um mal grande a palpável que se ergueria. Em meio à essa onda de visões e presságios, Zapatazura (ou Ravana) despertou. Esta era nada mais que a antediluviana Ravnos. Em meio ao deserto próximo à Índia (região de origem do clã) começava a vagar uma das mais perigosas criaturas das trevas. Os vampiros do oriente notaram diversos aparecimentos bizarros dragões e outras criaturas mitológicas pelo mundo e 3 dos seus vampiros antigos (cerca de 1000 anos) decidiram seguir para o deserto de Bangladesh em busca de Ravana para pará-la, mas mesmo se utilizando de todo

A Tecnocracia é uma organização de magos que tenta impedir que a humanidade descubra sobre as criaturas sobrenaturais. Eles acreditam serem detentores da ordem e protetores da humanidade. Sua magia é totalmente ligada à tecnologia e sua manifestação muitas vezes toma a forma de objetos sci-fi.

seu poder não foram capazes de destruí-la e o embate acabou por chamar a atenção da Tecnocracia (uma organização de magos) que por sua vez executou o protocolo Ragnarok e efetuou um ataque com uma bomba de nêutrons na região… Inútil. Um segundo ataque foi realizado e foi igualmente ineficaz. Percebendo que a situação era muito séria, os tecnocratas embutiram uma quantidade absurda de magia na terceira bomba e quando está detonou destruiu todos os seres sobrenaturais no raio da explosão incluindo os matusaléns asiáticos, porém Ravana não foi destruída pela bomba. Muito debilitada mas viva ela poderia enfim revidar, mas já era dia e o sol acabou por destruí-la.

 

Durante toda a batalha os Ravnos do mundo todo tiveram pesadelos com a luta e se sentiram atraídos pelo local, mas a imensa maioria não foi até a batalha e no fim Ravana os amaldiçoou. Eles entram em um estado de frenesi pelo resto da semana e começaram a caçar uns aos outros até a destruição quase completa do clã.

Entre incidentes com Ravnos em frenesi, bombas de nêutrons e outros poderes sobrenaturais quase 200 mil seres morreram entre mortais e sobrenaturais.

 

Como que o mundo não descobriu a existência dos vampiros depois disso? Bem, a Tecnocracia mascarou todos os traços do incidente e fez parecer que foi uma grande tempestade.

 

Em breve eu trago algo sobre essa facção dos magos.

Boa noite neófitos.

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog