Back to Blog

Os clãs: Nosferatu

 

Se você pensa que vampiros e esgotos não combinam é porque você nunca viu os Nosferatu. Devido sua aparência horripilante (que por sinal é a fraqueza do clã) os Nosferatu não podem transitar livremente pela sociedade mortal. Eles são deformados, olhos profundos, pele com furúnculos, dentes protuberantes e tortos e suas cores vão de pálido até verde ou marrom, ou seja existem Nosferatus de todas as “formas e sabores”.

 

Na idade média sua maldição era frequentemente associada a peste negra, no entanto eles não eram os causadores ainda que mortais ou animais que consumam o sangue de Nosferatus por  muitos anos se tornem deformados também em algum grau. Desde essa época eles vivem em galerias, cavernas, criptas e qualquer lugar distante dos olhos e por falar em olhos isso é o que eles tem em todo lugar.

Devido sua natureza um tanto eremita eles são forçados a serem observadores, espectadores sombrios que trocam informações por tudo.

 

As suas disciplinas são o animalismo, a potência e a ofuscação.

 

Animalismo permite utilizar animais como espiões em diversos lugares e cobrindo áreas enormes, além de possibilitar controlar hordas de todo o tipo de praga para proteger seus refúgios, já imaginou dar de cara com um enxame de ratos que te devorariam vivo? Pois bem meus caros, até crocodilos albinos de 6 metros eles tem no seu bestiário.

 

A Potência por sua vez lhe garante a sobrevivência nos momentos mais difíceis quando nem a furtividade dá conta. Imagine sofrer um ataque furtivo com uma força capaz de quebrar ossos como quem quebra gravetos, resumo? Não tenha inimigos Nosferatu.

 

Por último e mais importante é a Ofuscação. Sem dúvida a marca registrada do clã, não que seja uma disciplina exclusiva deles mas sim por ser amplamente utilizada por eles. Ofuscação permite que o usuário se torne invisível para as pessoas ao seu redor, sim, explicando melhor esta disciplina não afeta a visão das pessoas ou o corpo do vampiro mas sim as mentes das pessoas ao redor que simplesmente não enxergam o vampiro ou ignoram sua presença. Os efeitos podem ser mais intensos permitindo inclusive que o usuário assuma outra imagem na mente dos que lhe observam ou até mesmo copiando a imagem de outra pessoa bem como seu jeito. O poder desta disciplina é tal que permite que um vampiro que a domine bem simplesmente desapareça diante dos olhos dos espectadores mais atentos.

 

Vem cá, gatinho, que tal um beijo? -[ Tosse gosmenta ofegante ]- Qual é o “problema”. O bandido marmanjão tá assustado? Num gosta de ser a vítima, né? Bem, é melhor se acostumar porque cê; num viu nem a metade!

Esse clã é de longe um dos mais unidos se não o mais. Nos esgotos das cidades existem as chamadas “ninhadas”, essa associação com ratos de esgoto lhe rendeu o apelido de “ratos”, alcunha que muitos ostentam com louvor por terem orgulho de serem nosferatus.

Geralmente pessoas muito inteligentes são escolhidas para se tornarem, não é incomum encontrar entre os ratos vampiros que no passado foram engenheiros, hackers, filósofos, pesquisadores, etc. Se engana quem pensa que eles param por ai, pessoas isoladas da sociedade, vítimas de preconceito, párias de qualquer tipo também são bem vindos, mas talvez o tipo mais interessante são os que são abraçados como punição. Pessoas belas que sabem e abusam de sua beleza, estas são abraçadas para adquirirem humildade e entenderem que o mundo é mais que aparência.

 

O processo de transformação dos Nosferatu não é imediato, podendo levar dias ou semanas mas sempre sendo muito doloroso, tanto psicologicamente quanto fisicamente. Ver seu cabelo cair, sentir seus dedos se alongarem, sua pele coçar e ser tomada por feridas, de fato é um processo devastador e por vezes acaba levando a loucura e total incapacidade ou mesmo transformando um mortal em um monstro de verdade que não é sacrificado pelo seu senhor por piedade e mantêm sua criança horrenda e fora de controle longe dos olhares dos outros membros da ninhada.

 

De uma forma ou de outra, os Nosferatu são companheiros com seus colegas de clã e qualquer um que seja gentil verdadeiramente com eles, pois sabem como é difícil encontrar gente que os aceite e os entenda, mas não se engane, eles não são bondosos e muito menos ingênuos. Os ratos podem te usar qualquer outro cainita e depois te trair, só que é mais difícil fazer isso com outro Nosferatu.

 

Gostou dos ratos de esgoto? No próximo artigo falarei sobre o clã Toreador e seu gosto por arte.
Boa noite Neófito.

Facebook Comments

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog