O EU interior, A Ciência Noética e Cosmovisão

Todos nós, desde que estudamos em escola regular (fundamental e médio) sempre fomos meio receosos e até mesmo achávamos chato estudar filosofia, Karl Max, Aristóteles, Epicuro, Confúcio e outros filósofos e sociólogos clássicos… e realmente, para mentes que não estão preparadas para aprender questões interiores e complexas; se há professores que não preparam adequadamente as aulas desses gêneros, que abordam assuntos humanos tão delicados e que culturalmente, além de historicamente, são muitas vezes reprimidos e deixados de lado pelo elitismo social, para que as pessoas não possam exteriorizar questões místicas, filosóficas e tenham um futuro, uma mente mais aberta; um pensamento libertador e uma mente adequadamente integrada com o seu arredor.

Hoje, vou trazer para vocês uma questão que é, historicamente falando, uma das questões mais debatidas em diversas culturas e sociedades do mundo: o EU interior.

Na Grécia do século VI da antiga Era (a.c.), diversos sábios (antiga forma de serem chamados os filósofos) propuseram uma outra forma de pensar e de explicar o mundo, passando a utilizar argumentos racionais e não mais mitos ou a religião para teorizar a partir do mundo natural, olhando agora para a natureza, os cinco elementos básicos (Ar, Fogo, Terra e Água) que chamaram de physis (física) e chamaram todos esses estudos como Filosofia.
Logo após isso, um filósofo decidiu dar uma nova direção a Filosofia, indo diretamente ao oposto dos que estudavam a natureza (physis). Este, decidiu se interessar pelas questões humanas; seu nome, Sócrates que teve como principal ambição levar seus concidadãos a pensarem sobre tudo o que os rodeavam.

Segundo os escritos de Platão, Xenofonte e Aristóteles, que falam sobre os ensinamentos de Sócrates, já que este não deixou nada escrito mas que teve Platão como aprendiz, destacam que Sócrates utilizava a metodologia de questionar, responder e continuar questionando as questões da vida.

Mas para quê falar sobre tudo isso, de Sócrates e filosofia?

Os gregos eram os que mais compreendiam as questões humanas e as contavam para seus cidadãos e os povos que foram conquistados pelo imperador Alexandre, O Grande, através de mitos e lendas, como da górgona Medusa, do semideus Herácles/Hércules, Hades e Perséfone e tantos outros.

O mito da górgona Medusa, trás para o entendimento do ser humano sobre conhecer as suas capacidades, habilidades e aptidões, assim como de nossas fraquezas e incapacidades. “Conhece-te a ti mesmo”, dizia a filosofia socrática há bem mais de dois mil anos, fazendo uma referência ao autoconhecimento. Para o pensador grego, conhecer-se seria o ponto de partida para uma vida equilibrada e, por consequência, mais autêntica e feliz. A maioria das pessoas anseia por esse conhecimento, já que muitas vezes não se sentem satisfeitas consigo mesmas.

Embora não tenhamos consciência disso, também projetamos nas pessoas que admiramos e em nossos ídolos o que não somos ou o que gostarísmos de ser. Quanto mais conscientes formos de nossas projeções, mais estaremos nos aproximando do autoconhecimento. Crescer para além das projeções é uma forma de liberdade, pois à medida que nos compreendemos podemos aprender muito mais a respeito de nós mesmos.

Atualmente, existe um campo da ciência que estuda os fenômenos da mente humana como algo possível, como força que age diretamente na direção do mundo material: A Ciência Noética.

“Nós somos os mestres do nosso próprio Universo”

A Noética é um dos novos ramos da Ciência que pretende, através do método teórico-experimental, descobrir as respostas para várias destas indagações milenares; ela busca inclusive, por meio de inúmeras experiências científicas, comprovar a existência da alma e da vida depois da morte. Visando este fim, diversas práticas experimentais procuram mensurar a relação mútua entre consciência e corpo físico.

Estas pesquisas indicam que a mente não está restrita ao campo cerebral, ela transcende a matéria orgânica e se expande em outras direções. Por quais dimensões ela caminha ainda não é possível precisar. E resta a cada um identificar mente e alma ou, de alguma forma, distinguir ambas.

As expressões ‘noese’ e ‘noético’ procedem da palavra grega ‘nous’, que tem o sentido de mente, inteligência ou modalidades intuitivas do saber. A noética é fruto da interação entre diversas disciplinas, as quais investigam em conjunto as esferas da ciência, da saúde, da relação entre a mente e o corpo material, a psicologia transpessoal, integral e convencional, a arte, as terapias consideradas holísticas, que estudam o Homem em sua totalidade, as ciências sociais e a espiritualidade.

Dean Radin, do Instituto de Pesquisas Noéticas, na Califórnia, bolou um teste engenhoso: num ambiente totalmente fechado, ele disparou um feixe de laser contra uma parede que tinha dois pequenos buracos, de maneira que ele conseguia captar precisamente as ondas de luz que chegavam ao outro lado. Aí ele pediu para voluntários que se concentrassem naquela luz, com a intenção de forçá-la a passar por apenas um dos buracos. E mediu com precisão para verificar se houve algum efeito.

Os resultados foram muito sutis, mas ainda assim impressionantes. Em três artigos, ele mostrou que a maioria das pessoas não consegue mudar em nada o comportamento da luz. Mas alguns indivíduos – geralmente meditadores experientes, mas também alguns músicos e praticantes de artes marciais – geravam um efeito muito discreto, porém indiscutível. A conclusão é que pessoas com alta capacidade de concentração conseguem desviar as partículas de luz, que são feitas de matéria, usando apenas a mente.

“A consciência viva é, de certa forma, a influência que transforma a possibilidade de algo em algo real. O ingrediente mais essencial para a criação de nosso universo é a consciência que o observa”

Tudo isso converge para o que pensamos sobre o “eu” interior; a divindade dentro de cada um dos seres humanos.
É através do conhecer-se que existe a capacidade e as possibilidades de realização dos seus sonhos, porque a pessoa se descobre e entra em contato com sua natureza essencial, resgata seu propósito de vida e fortalece a sua vontade. Ao desenvolver o auto conhecimento, o homem pode atrair e conquistar o que almeja, assumindo a responsabilidade, conseqüências e usufruindo destas vantagens, pois sabe o que quer e traçar planos e metas de como realizar.

Uma das grandes dificuldades do ser humano é conhecer a si mesmo, pois para isso é necessário uma viagem interior, navegar em si mesmo é procurar dentro de si quem realmente é. É mergulhar nas profundezas do seu ser. Esta viagem às vezes pode ser angustiante, quando você começa questionar a si mesmo, fazer perguntas que nem você e ninguém possa responder, surgindo a partir daí uma série de questionamentos, podendo chegar a uma crise ontológica existencial, quando se questiona: Quem sou eu? De onde eu vim? Para onde eu vou?

Aprendemos, durante nossa vida – em especial quando participamos de uma religião cristã – que há entidades demoníacas que nos tentam para que possamos ficar longe dos ensinamentos de Deus e de seus mandamentos; que nos levam a pecar e desmerecer as outras pessoas a nossa volta.

Esta matéria negra – o lado sombrio – está dentro de cada um de nós e não é algo que temos de esquecer ou não alimentar, levando em consideração que esta matéria negra na verdade faz parte de nós e muitas vezes pode nos ajudar a olhar com olhos e mentes abertas o mundo a nossa volta e uma outra forma de amor (como diria Lord A:.).

“Uma vida que não é examinada não vale a pena ser vivida – Sócrates”

Na Cosmovisão Vampyrica, temos o sentido de Espírito Caçador, aquele que sabe reconhecer o seu EU interior e fazer dele integrante da sua vida cotidiana; sabe quando deve silenciar, caminhar, espreitar suas presas (objetivos) e estruturar dentro de si habilidades que possam lhe ser convergentes e auxiliadoras nos momentos de tomada de decisões. Temos o Coração Feral como aquilo indomável; a fera dentro de cada um de nós que não se cala ou consente com aquilo que não lhe é altero ou convergente. Nessas duas questões, temos o conhecimento pleno do que é o eu interior, o conhecimento do lado sombrio, da matéria negra que orbita todos nós.

Desde os primórdios da Humanidade, o ser humano depositou nos astros, na chuva, na Terra e em todos os aspectos naturais, uma adoração imensa. Em diversas culturas – grega, maia, romana, eslava e outras – têm divindades relacionadas com o mar, o trovão, a colheita, amor, vida e morte, pois são aspectos humanos bastante fortes em nossas vidas que eles atribuíam como sendo dádivas dos seus Deuses e Deusas. Se olharmos para as diversas revoluções e épocas que fizeram parte do nosso planeta (como a Reforma Protestante, Idade Média, Revolução Científica) ainda em séculos onde a Igreja Católica Apostólica Romana imperava, pessoas como Galileu, Santo Agostinho (que desistiu do caminho do paganismo com seu pai, para seguir o catolicismo de sua mãe), Lutero e até mesmo Gandhi, foram pessoas que lutaram pelas questões humanas e através dos seus estudos científicos, escolásticos e humanistas, desenvolveram na mente do ser humano uma racionalidade que antes era negada pela religião, com respostas que não mais agradavam a todos (como, é assim porque Deus quis assim).

Durante todo o processo evolucionário da espécie humana, nos deparamos com essas questões. “Como o mundo foi criado?”, “de onde eu vim e para onde vou?”, quando na verdade deveríamos nos questionar sobre “o que estou fazendo de benéfico para a minha vida?”, “será que caminho naquilo que expresso e professo aos outros, ou apenas sou mais um daqueles que tentam manipular os outros com palavras bonitinhas e lhes dizendo que se não acreditarem vão sofrer punições de uma deidade ou entidade maligna?”.

Antes de qualquer coisa, devemos olhar para o nosso íntimo, para o lado sombrio da nossa vida, perceber nossas virtudes, habilidades e aptidões, assim como devemos observar nossos vícios, falhas, inaptidões. O “conhece-te a ti mesmo” é uma das ferramentas que temos de desenvolver em nossas vidas para que possamos viver em plenitude com nosso EU interior, nosso Caçador, nossa Fera.

Como fez Herácles/Hércules para derrotar a górgona Medusa, olhemo-nos no reflexo de seu escudo e vejamos nosso interior; aquilo que deixamos de lado, escondemos ou negamos que está dentro de cada um de nós, para que assim, possamos dar vida à liberdade de Pégasus, para que possa voar e seguir por caminhos luminosos, travar guerras e ser livre para se aventurar pela Terra e Céus, sentindo-se completo para ser quem realmente é: viver de acordo com o “Sangue”.

Vamos falar sobre Annabelle 2: A Criação do Mal

Olá meus queridos e queridas, estamos sumidinhos aqui, a vida meio corrida, mas vamos seguindo cada dia melhor, cada vez mais responsabilidades para nós dentro da cena e daqui para frente vamos anunciar novidades muito legais aqui no redevamp.com e também lá na nossa página do Facebook.
Mas vamos ao que interessa.

Hoje, eu Mal’akh, vou falar um pouco para vocês sobre alguns dos trailers que saíram sobre um dos filmes mais aguardados deste ano: Annabelle 2: A Criação do Mal.

Bom, o novo filme das grandes histórias do casal Warren (que tiveram filmes inspirados nos seus grandes casos como Horror em Amityville, Invocação do Mal 1 e 2 e o primeiro Annabelle) vem com tudo neste ano de 2017. Por mais que tenha o 2 no seu título, Annabelle 2: A Criação do Mal não será uma continuação do primeiro filme lançado em 2014 (que posso afirmar como um grande amante de filmes do gênero, deixou e muito a desejar na questão de história e narrativa, coisa que devo admitir que teve como um ponto negativo o próprio idealizador John R. Leonetti, de Efeito Borboleta 2, que não é bem um expert do gênero de terror, né?!), mas sim, um prelúdio; irá contar como a demoníaca boneca se tornou um objeto de uma entidade maligna.

O Filme

Resultado de imagem para annabelle 2

Tudo começou quando um casal perde sua pequena filha em um acidente, em que é atropelada por um carro e seus pais com muita saudade, resolvem começar a pensar, chamar e até mesmo orar para que vissem novamente sua filha, que seu “espírito” começou a aparecer pelos cômodas da casa. O contato ficou por isso por algum tempo, até que a criança pede aos pais para que possa se entrar na boneca criada pelo pai, como recordação da pequenina filha. Os pais, claro, deixaram, pois teriam novamente sua filha por perto.

Logo após isso, eles percebem que aquilo que se apossou da boneca, não era sua filha, mas algo ruim e logo chamaram um padre que realizou um ritual de exorcismo na boneca e na casa e trancou a boneca no antigo quarto da menina, que por muito tempo ficou isolado, sem ninguém entrar ou mesmo passar por perto.

Dado momento, o casal abriga em sua casa – como uma forma de penitência – uma freira e diversas meninas de um orfanato que estavam sem local para ficarem após perderem a moradia. Uma das crianças, que tem problemas de locomoção, começa a ser contactada pelo espírito que tomou conta da boneca; mandando recados num papel escrito palavras como “Me ache” até que a garota inocente vai atrás.

Resultado de imagem para annabelle 2 cenasConversando com uma freira, esta garota diz que sabe que mesmo não vendo Deus, ela sente sua presença, mas naquele imenso casarão, sente a presença de algo diferente… que a persegue… uma presença maligna.
E ela continua a procurar por esta presença que a contacta cada vez mais e cada vez mais sente sua presença na casa. “Está esquentando”.

Até que ela encontra a boneca e avista, na sala, uma pequena garota na janela que a pergunta: “Você me ajuda?” e então vira-se mostrando sua face maligna e desfigurada como a de um demônio.

As luzes começam a falhar; coisas começam, sozinhas, a se quebrar; pessoas levitam e são jogadas contra as paredes da casa; o espírito que se apossou da boneca agora toma conta do corpo da jovem e inocente órfã Janice…

A Crítica

Resultado de imagem para annabelle 2 cenas
Bom, pelos trailers conseguimos ver a qualidade do diretor David F. Sandberg, que dirigiu um filme maravilhoso que adoro Quando as Luzes se Apagam (2017), que já tem uma bagagem no seu currículo de filmes muito bacanas como Attic Pani e LadyBoy, que trás para nós algo muito interessante que foi deixado de lado no primeiro filme da Annabelle: O TERROR. No Annabelle, tivemos muitos sustos, mas pouca narrativa, o que para um filme de terror é uma falha crítica que todos vão perceber, pois não adianta colocar susto demais e pouca história (ou quase nada como foi o caso deste primeiro).
Temos também algo muito interessante e não sei se foi uma falha na história, se quiseram fazer algo diferente para a história, porque no caso da Annabelle temos 3 ORIGENS PARA ELA.
*A primeira, que serviu de inspiração para os dois filmes, é o caso real de Annabelle Higgn’s que foi investigado pelo casal Ed e Lorraine Warren que não vou explicar muito, pois contamos tudo neste artigo que traduzimos a história completa contado pela própria Lorraine em seu site oficial (aqui).
*A segunda origem da possessão da boneca vem do primeiro filme, que conta basicamente o relato real dos Warren que aconteceu com as amigas Donna e Angie onde o espírito pede para Donna, que ganhou sua boneca de sua mãe que comprou em uma loja de hobby, para que pudesse se hospedar na boneca, pois é o espírito de uma garotinha que ali morreu. Porém, sua origem vem de um ritual que um casal de uma seita que tentou assassinar o casal Form, mas sem conseguir, a mulher utiliza seu sangue para amaldiçoar a boneca.
*E a terceira origem é esta do novo filme de Annabelle, que mostra a criação da boneca, assim como a possessão dela por um espírito que se passa pela criança e começa a fazer toda uma baderna no grande casarão e na vida das órfãs, freiras e do próprio casal que veio a permitir a “entrada” deste espírito maligno à boneca.

Imagem relacionadaDisto tudo isto, não creio que o filme será aquela grande “tragédia” que foi o primeiro. Uma produção diferente, profissional e dedicada para com cada toque de sustos, terror, suspense, narrativa e tudo que um bom filme do gênero tem que apresentar para dar certo.

A estréia está marcada para daqui menos de um mês, para a quinta-feira 17 de Agosto de 2017… Será que a hora mais escura e sombria irá tremer mais uma vez, agora com a boneca mais assustadora e demoníaca que é Annabelle? Clicando aqui vocês assistem a um dos trailers do filme. Nos veremos 13 de Agosto nos cinemas brasileiros e não se esqueçam: Sigam seus instintos… E boa sorte!

Não deixem de acessar nossas redes sociais clicando aqui em baixo:

*Nossa Página no Facebook

*Nosso Canal no Youtube

*Nossa Página no Twitter

*Nosso Blog no Blogger

*Nosso Programa de Rádio

5 Castelos Mal Assombrados pela Terra

Muitos de nós assistimos desde pequenos, muitos desenhos e filmes que traziam um castelo mal assombrado como cenário principal. Os castelos, como vocês já devem saber, são construções muito populares na Idade Média, e exatamente por serem obras gigantescas, onde viviam reis e rainhas e que eram frequentados pelo alto escalão das cortes, que são tão chamativos e deixam nossa imaginação fluir em diversas histórias.
Para os fãs de RPG, como eu, que é um jogo lúdico, onde se interpretam diversos personagens, castelos e a própria época medieval, é o cenário perfeito para diversas aventuras. Andar à cavalo, desbravar masmorras e castelos habitados por reis e rainhas malignos, exércitos de homens fortes ao comando de um ditador, que sentado em seu trono, mandava e desmandava em seus serviçais.
Em contra partida, existe um lado sombrio neste tipo de construção. Por possuir masmorras, e por ter sido popular em uma época onde muita atrocidade acontecia, hoje em dia para muitas pessoas, os castelos são um belo cenário para grandes filmes de terror.
Afinal, você pode imaginar as inúmeras atrocidades que aconteceram durante o mundo medieval dentro dos calabouços dos castelos mais amedrontadores do mundo? Ou quais são os castelos assombrados pelo mundo?
Pois vamos fazer um tour pelos cinco castelos mais mal assombrados do mundo.

 

                                   Castelo de Dragsholm – Dinamarca

Resultado de imagem para Castelo de Dragsholm

O castelo, construído no século 12, funciona como um hotel de luxo. Porém, quem tem medo de histórias arrepiantes não deve se hospedar no local. Seu objetivo principal, quando construído, era para se tornar uma fortaleza para os nobres dinamarqueses mais importantes. Mas, no decorrer da história, ele acabou se tornando uma grande masmorra para os presos da época. Atualmente, o Castelo Dinamarquês, já tem mais de 800 anos e se transformou em um requintado hotel de luxo.
Mas apesar de todo o conforto e mordomia que o lugar tenta oferecer aos seus hospedes, muitas pessoas relutam em se hospedar por ali. Acontece que segundo as crendices populares e as lendas locais, esse castelo abriga mais de 100 espíritos vagando pelos seus cômodos e jardins. Coincidentemente, ou não, várias pessoas já relataram ter visto coisas sobrenaturais acontecendo por ali. E o que ninguém pode explicar, é o fato de testemunhas diferentes terem descrito as aparências dos fantasmas que aparecem no castelo, Por esse motivo, alguns deles chegam a se tornar famosos na região, como é o caso da Mulher Cinzenta, que foi uma antiga criada do castelo e que é conhecida por ajudar os hospedes a desfazerem suas malas. O Conde de Bothwell que foi um nobre escocês que foi prisioneiro neste lugar, que segundo relatos, sempre é visto montado em um cavalo ao redor do pátio. E por fim a mais assustadora e horripilante de todas: A Mulher de Branco.
Uma jovem que viveu praticamente trancada neste castelo depois que seu pai descobriu que ela havia se apaixonado por um simples trabalhador. Para piorar toda essa situação, que já é de deixar os cabelos em pé, nos anos de 1930, quando o castelo passava por uma restauração, os operários encontraram um esqueleto que estava com um vestido branco que havia sido sepultado dentro de uma das partes do castelo. Para quem acredita em almas perdidas, ou presas neste mundo, esse esqueleto encontrado ali, poderia justificar a aparição da mulher de branco.
Eai, você conseguiria passar uma noite tranquila num dos quartos deste castelo, sabendo de todas essas histórias? Vamos ao nosso primeiro bloco musical.
Chateau de Chateaubriand – França

Resultado de imagem para Chateau de Chateaubriand

Esse famoso castelo francês foi construído durante o período medieval, mais precisamente no século 11. Ao decorrer da história, ele acabou se transformando em um prédio administrativo logo após a revolução francesa. Lá funcionava a sede da prefeitura local, um tribunal e uma delegacia de polícia. Atualmente, ele basicamente funciona como um museu e é aberto a visitas. Mas o que torna o lugar ainda mais especial e claro, paranormal, é o fato de algumas histórias macabras já terem acontecido ali. E o pior de tudo é que segundo testemunhas, as almas ou os fantasmas de algumas pessoas rondam o lugar. Uma delas, segundo as lendas locais, é o espírito de Françoa de Fua, uma nobre que foi casada com Jean de La Vau. O casal viveu no castelo depois que a rainha da França, Anne De Bretan convidou os dois para morar ali e trabalhar para ela em 1505.

Mesmo após a morte da rainha, eles continuaram morando no castelo e passaram a servir um novo rei. Com o tempo, Françoa se tornou amante do rei recém intitulado: Francisco I. Mas ao descobri o caso de sua esposa com o monarca, Jean a trancou em um dos quartos do castelo para que ninguém pudesse lhe ajudar e deixou Françoa sangrando até a morte.
Muitas pessoas já relataram terem visto o fantasma da mulher por ali, especialmente na data de 16 de Outubro à meia-noite, quando ocorre uma espécie de procissão fantasma no Chato.
Você teria coragem de fazer uma visita a este castelo, exatamente nesta data e no mesmo horário?

Castelo Meggernie – Escócia

Resultado de imagem para Castelo Meggernie

Esse belíssimo monumento arquitetônico escocês, foi construído no século 16 por Collin Campbell. Mas com o passar do tempo, ele passou pelas mãos de diversas famílias. Mas foi ao pertencer a família Menze que as coisas começaram a ficar realmente macabras.
O anfitrião da família era casado com uma mulher considerada bastante bonita e por esse motivo, ele tinha um comportamento violento que era resultado do seu ciúmes possessivo. Infelizmente, durante um dos seus ataques de raiva, ele acabou assassinando a própria esposa em um dos quartos do castelo. Além de matá-la, ele decidiu cortá-la ao meio para conseguir se livrar do corpo.
Segundo os relatos de quem vive na região, as partes da mulher foram escondidas debaixo do assoalho de um dos quartos do castelo. Depois de passar algum tempo fora da Escócia, Menzes voltou ao castelo, e inexplicavelmente foi assassinado. Ninguém descobriu quem foi seu assassino. Mas o pior está por vir, várias pessoas relataram ter visto um fantasma que coincidentemente ou não, apresentava apenas a parte de cima de seu corpo. As testemunhas que disseram ter visto essa cena, sempre se encontravam no segundo andar da construção. Enquanto outras testemunhas narraram ter visto de baixo de uma mulher, partida ao meio, mas esta aparição ocorreu no primeiro andar do castelo.
De todos os casos de aparições que foram registrados ali, os mais assustadores foram narrados por dois homens que não se conhecia, mas afirmaram ter passado exatamente pela mesma experiência. Eles contaram as autoridades e aos gerentes do local que sentiram a sensação de estarem sendo beijados durante a noite, mas para abafar o caso, foi-se decidido que tudo não passou de uma alucinação das testemunhas que aparentemente estavam alcoolizadas.
Mas sabendo realmente as histórias daquele lugar, em quem você iria acreditar?

 

Castelo CharleVille – Irlanda

Resultado de imagem para Castelo CharleVille – Irlanda

O castelo de CharleVille foi construído no ano de 1798 por Charles William Barry, e os eventos sobrenaturais nesse local são tão frequentes que ele chegou a ser investigado por diversos programas de TV Scaries Places On Earth, que passa na FOX e pelo Caçadores de Fantasmas Internacional, que aqui no Brasil passa no canal SFY Chanel. Bom, vocês já perceberam que o castelo é mundialmente conhecido por ser mal assombrado. E o que as pessoas já relataram ter visto ali, é realmente assustador.
O fantasma que frequentemente já foi visto no castelo, é o de uma garotinha, que segundo historiadores só pode ser o espírito de Harryet, uma menina de apenas 8 anos de idade que era filha do terceiro Conde que viveu no castelo, mas que infelizmente acabou tendo uma morte trágica durante um acidente em que escorregou e caiu pela escadaria do castelo. Quem já viu a aparição da garota, alegou que as vezes ela ri, canta, e em determinadas circunstâncias aparece irritada e solta muitos gritos.

Castelo Houska – República Checa

Resultado de imagem para Castelo Houska – República Checa

Esse castelo de nome exótico, foi construído a 762 anos e a lenda que ronda sua construção talvez seja a mais macabra desta lista. Toda a arquitetura do castelo remete ao movimento Gótico de construção e segundo a lenda local, ele foi construído para selar o que seria o portão do Inferno, e até faz sentido, uma vez que sua localização não possui estratégia milita. O lugar não possui cozinha ou sistema de abastecimento de água, o que indica que não foi construído para moradia, e além disso, ele possui grossas e reforçadas paredes que aparentemente servem para isolar o que existe no seu interior.
Mas o mais macabro de toda essa história eu ainda não disse.
O castelo em questão, que foi construído no meio de uma floresta, tampa exatamente o que seria a entrada de uma imensa cratera profunda. Os moradores da região, na época da sua construção, alegavam que demônios e criaturas deformadas que tinham partes humanas e partes de animais saiam da cratera para se alimentar do gado e do que mais vissem em seu caminho. Por esse motivo, todos evitavam a região. Além disso, outra coisa chama a atenção de quem ousa visitar o lugar. Apesar de aparentemente contar com muitas janelas, acredite, a maioria delas são falsas. O lugar conta com paredes que selam as janelas e isso reforça ainda mais a teoria de que a fortaleza foi construída para impedir que os demônios e as demais criaturas andassem livres por ali.
E vocês, se tivessem de escolher um desses castelos para passar uma noite, qual seria? Afinal, vocês acreditam que fantasmas, demônios e criaturas sobrenaturais são reais? Diz o ditado que mesmo você não acreditando no diabo, ele acredita em você. Cuidado ao irem dormir e ouvirem barulhos em suas janelas ou portas. Mr Boogie, Carazi, as crianças dos olhos negros, pisadeira e outras criaturas sobrenaturais estão por todos os lados te observando, esperando apenas a melhor hora de te abordar. Tomem cuidado, Mr Boogie gosta muito de brincar com as crianças, Carazi, gosta de brincar com todos, especialmente batendo nas portas e fazer as janelas se estremecerem, as criancinhas dos olhos negros querem apenas se divertir com seu pânico, a mando de Boogie. A pisadeira? Bem… ela gosta de subir em cima de você e fazer você sufocar, até chegar a hora de sua morte. Tenham todos uma boa noite, e não se esqueçam, sigam os seus instintos… E Boa Sorte.

Bonecos Amaldiçoados: Boneco Robert

Acredito que todos vocês conhecem alguns bonecos de filmes, como Chucky, Boneca Assassina, Anabelle e etc, não é mesmo?! Mas vamos ao início; o que levou a fazerem este tipo de filmes? O que tiveram como inspiração? Bom, para falar disso, vocês precisam conhecer a histórias de bonecos como o que mais admiro: Robert.

O Boneco Robert

Resultado de imagem para boneco robert

 

Toda a história começou no ano de 1900, em Key West, Flórida. Um garotinho chamado Robert Eugene Otto (ou Gene, como seus pais o chamavam) ganhou de um dos empregados do casarão onde moravam, um estranho boneco. O brinquedo media pouco mais de um metro de altura e estava vestido com roupa de marinheiro e o menino decidiu colocar seu próprio nome no boneco.

Depois que Gene ganhou o boneco, não desgrudou mais dele e não demorou muito para os pais do menino e os serviçais da casa repararem comportamentos estranhos e até mesmo vozes de longas conversas do menino com o boneco Robert. O mais estranho é que eles escutavam vozes completamente diferentes. No início, acreditavam que era a voz do menino e em partes da conversa a entonação modificava e então temiam que fosse o boneco.Resultado de imagem para boneco robert

Com o passar do tempo, os pais de Gene tinham medo e dúvidas dessa segunda voz que ouviam. Gene começou a ter surtos de pânico durante a noite, acordava aos gritos em meio a móveis virados. Sem falar de brinquedos mutilados que começaram a aparecer pela casa.

Com tudo isso, Gene foi ficando com ataques de irá frequentes e culpava o boneco por todas as ocorrências misteriosas. Claro que diante de toda essa situação, os pais do menino não acreditavam nas acusações. Poderia até ser um caso de caso de espíritos pela casa, mas boneco possuído? Parecia ser demais. Porém, em alguns momentos a mãe de Gene dizia ouvir risadinhas horripilantes vindo do boneco quando brigava ou chamava a atenção da criança.

Com os anos o boneco se tornou o companheiro inseparável da criança, tanto que ganhou um lugar a mesa e dormia com Gene na mesma cama. O menino cresceu, e ficou adulto, herdou o casarão dos pais após se casar e Robert foi largado em um dos quartos da casa, especificamente em um quarto vazio, onde ficavam apenas tralhas. E logo vizinhos diziam ver o boneco os encarando da janela ou aparecendo em locais diferentes pela casa. Porem para Gene, ele sempre ficou no mesmo lugar. Visitas também diziam ouvir passos no andar de cima da casa, assim como risadas estranhas. A esposa de Gene dizia notar mudanças nas feições do boneco. (Coisa que através de fotos, nós mesmo conseguimos notar. Isso acho muito interessante!)

Robert ficou nesse quarto onde Gene o colocou até próximo a década de 70, que foi quando Gene e a esposa faleceram. Então a nova família que se mudou para a casa logo começou a ser assombrada pelo boneco. O brinquedo colocava susto especialmente na filha do casal. E até hoje já com mais de 30 anos após a mudança do casal para viver no casarão de Robert, a menina ainda se sente traumatizada pelas experiências e garante que o boneco a torturava.

Resultado de imagem para boneco robertDizem que o empregado que deu Robert de presente a Gene era adepto do vodu e, descontente com seus chefes, teria enfeitiçado o boneco. Atualmente, o casarão em Key West foi convertido em um pequeno hotel, e Robert setransformou em uma atração do museu local. Segundo os funcionários que cuidam da manutenção do estabelecimento, o boneco continua pregando pequenas peças de vez em quando e assombrando os visitantes.Tanto que uma das recomendações é a de que todo mundo que vai até o museu conhecer Robert se apresente e sempre peça permissão do boneco antes de tirar qualquer foto.

Aliás, ao redor da caixa de vidro onde Robert de encontra existem inúmeras cartas de pessoas suplicando pelo perdão do boneco por ter tirado fotos sem consentimento e pedindo que ele remova a maldição que jogou sobre eles.

E você, caro leitor, acredita nesse tipo de coisa?

Não deixem de comentar aqui em baixo sua opinião e acessar nossas redes sociais:

 

Facebook: https://www.facebook.com/engelsblut.terror/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCAdm1eKAPYNoH5AppstDEIQ

Twitter: https://twitter.com/terrorengels

Acidic Infektion: Todos os domingos às 18h em acidicinfektion.com

 

Inquisição e seus Instrumentos de Tortura

Olá meus queridos, como tem passado? Bom, eu, Mal’akh Alberack, venho hoje falar para vocês sobre a Inquisição Católica Medieval e moderna, além de alguns dos instrumentos mais utilizados durante o seus períodos.

Todos já estudamos ou já ouvimos falar sobre a Santa Inquisição, mas pouco se é realmente revelado sobre o assunto, e que existiram duas “versões, por assim dizer, da Inquisição.

Uma rápida pesquisa no “Santo” Google, vocês podem ver que:

“hist.rel tribunal eclesiástico instituído pela Igreja católica no começo do século XIII com o fito de investigar e julgar sumariamente pretensos hereges e feiticeiros, acusados de crimes contra a fé católica;”

O que quer dizer? Bem… todas as pessoas que não eram cristãs católicas (que na época não eram muitas) seriam presas por culto à outros Deuses que não o Deus cristão, por serem curandeiros, parteiras, xamãs, bruxas e feiticeiros que utilizavam de seus conhecimentos mágicos e naturais para fazer a vida melhor foram presos e torturados por pessoas que consideravam isso uma abominação e acima de tudo: era contra seu Deus.

Atualmente, por mais que praticamente não se veja isso, o preconceito religioso diminuiu muito levando em consideração à anos atrás quando pastores evangélicos iam em centros espíritas ou barracões da Umbanda ou Candomblé apenas para destruir imagens de exus, pomba-giras e dos Orixás; quando aquele pastor destruiu a imagem católica de Nossa Senhora Aparecida, ou a apenas dois anos, (desculpem-me, mas isso ocorreu, não tem como não falar, quem não quiser ler besteira, por favor dirija-se ao próximo parágrafo) quando um grupo de radicalistas LGBT, durante a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, qual fui um dos organizadores, utilizaram de um crucifixo e o introduziram na cavidade anal.

Também chamada de Santo Ofício, essa instituição era formada pelos tribunais da Igreja Católica que perseguiam, julgavam e puniam pessoas acusadas de se desviar de suas normas de conduta. Ela teve duas versões: a medieval, nos séculos XIII e XIV, e a feroz Inquisição moderna, concentrada em Portugal e Espanha, que durou do século XV ao XIX. Tudo começou em 1231, quando o papa Gregório IX – preocupado com o crescimento de seitas religiosas – criou um órgão especial para investigar os suspeitos de heresia. Atuando na Itália, na França, na Alemanha e em Portugal, a Inquisição medieval tinha penas mais brandas – a mais comum era a excomunhão – embora a tortura já fosse autorizada pelo papa para arrancar confissões desde 1252. Já sua segunda encarnação surgiu com toda força na Espanha de 1478.

Dessa vez, o alvo principal eram os judeus e os cristãos-novos (como vimos no artigo da Dri Bzhar da Via Escarlate aqui), como eram chamados os recém-convertidos ao Catolicismo, acusados de continuarem praticando o Judaísmo secretamente. “A justificativa desse retorno da Inquisição era a necessidade de fiscalizar a fidelidade desses conversos”, diz o historiador Nachman Falbel, da Universidade de São Paulo (USP). A verdade é que esses grupos já formavam uma poderosa burguesia urbana que atrapalhava os interesses da nobreza e do alto clero. O apoio dos reis logo aumentou o poder do Santo Ofício, que, para piorar, passou a considerar como heresia qualquer ofensa “à fé e aos costumes”. Por exemplo, quem usasse toalhas limpas no começo do sábado ou não comesse carne de porco era acusado de Judaísmo. A lista de perseguidos também foi ampliada para incluir protestantes e iluministas, homossexuais e bígamos.

 

Depois que eram julgados, viam suas sentenças, que variavam muito, segundo o que você pode ler à seguir:

Resultado de imagem para sentença

AS SENTENÇAS

A. O AUTO-DE-FÉ

Assim era chamada a cerimônia pública em que se liam as sentenças do tribunal. Os autos-de-fé geralmente ocorriam na praça central da cidade e eram grandes acontecimentos. Quase sempre o rei estava presente. As punições iam das mais brandas (como a excomunhão) às mais severas (como a prisão perpétua e a morte na fogueira)

B. QUEIMADOS VIVOS… OU MORTOS

A execução na fogueira ficava a cargo do poder secular. Se o condenado renunciasse às heresias ao pé do fogo, era devolvido aos inquisidores. Se sua conversão à fé católica fosse verdadeira, ele podia trocar a morte pela prisão perpétua. Quando descobria-se que um defunto havia sido herético, seu cadáver era desenterrado e queimado

C. MARCAS DA HUMILHAÇÃO

Para serem vistos pelo público, os prisioneiros subiam em um palco. Os que eram obrigados a vestir as chamadas marcas de infâmia, como a cruz de Santo André, chegavam a ser agredidos pela multidão. Outros levavam velas e vergastas nas mãos para serem chicoteados pelo padre durante a missa

 

Imagem relacionada

TORTURA

O ser-humano é o mais radical, intolerante e perverso de toda a espécie existente no Universo e no Multiverso, pois somos a única espécie que tortura seu igual por prazer. E assim foi as Inquisições Católicas, eles utilizaram de diversos instrumentos para torturar os que eles julgavam de hereges. São alguns deles:

O ARRANCADOR DE SEIOSResultado de imagem para O ARRANCADOR DE SEIOS

Este é um instrumento usado em mulheres, geralmente acusadas de abortos ou de adultério. Seu uso era fácil, eles esquentavam o aparelho numa fogueira, prendiam no seio exposto da vítima, e depois arrancavam vagarosamente, dependendo do que o inquisidor queria causar. Logo depois se deixava a mulher sangrando para que pudesse morrer de hemorragia, ou que fosse levada a loucura pela dor.

   A SERRA

     Resultado de imagem para A SERRA inquisição

A imagem já explica toda a diabrura desse instrumento, mas tem um adendo: o fato da vítima ser virada de cabeça pra baixo tem uma explicação científica. Com o sangue descendo todo para o cérebro, a vítima não desmaiava enquanto sofria de dores extremas, como é normal no corpo humano. Ao invés disso, ela só morria quando a serra chegava no abdômen, quando os serradores paravam, e esperavam que a pessoa terminasse sua agonia, o que poderia durar horas. Seu uso era muito incentivado pelo fato de serras serem baratas e facilmente encontradas em muitos cantos.

O BERÇO DE JUDAS

Resultado de imagem para O BERÇO DE JUDAS

Esse instrumento era um pouco mais elaborado que o clássico empalamento popularizado por Vlad, o Drácula, mas parece muito pior, devido a lentidão com que a dor era infringida. A vítima era colocada com o ânus ou a vagina sobre a ponta do berço e era lentamente baixada através de cordas amarradas a ela. Parece simples, mas existe agravantes aí. Se ela demorasse a morrer – o que poderia levar dias – poderiam ser amarrados pesos nas suas pernas, para dar uma acelerada no processo. Mas se quisessem o efeito contrário, a vítima sofria sozinha. Fora que nunca lavavam o aparelho, o que produzia infecções dolorosas.

O RACK

Resultado de imagem para O Rack

A vítima era colocada nessa mesa, e cordas eram amarradas nos seus membros superiores e inferiores. Um algoz se punha a enrolar a corda vagarosamente, até que as articulações se deslocassem, o que causava dor extrema na vítima. Alguns algozes mais afoitos chegavam a arrancar braços e pernas, matando por hemorragia. Mais tarde foram incorporadas lanças para estocar a vítima enquanto ela ia sendo esticada…

A PERA

Resultado de imagem para A Pera

Esse aparelho era inserido no ânus ou na vagina (ou boca, se ele fosse um mentiroso) da vítima e através daquele engenho na ponta, ele se abria em duas partes ou mais partes, dilacerando o interior do inquirido. Raramente levava a morte, mas na verdade ela era, geralmente, apenas o início das dores do acusado

 O ESMAGADOR DE CABEÇAS


Resultado de imagem para O ESMAGADOR DE CABEÇAS

Outro preferido e aperfeiçoado pelos espanhóis! A cabeça do inquirido era coloca numa barra de ferro, com o queixo apoiado na barra – algumas tinham recipientes especiais para os globos oculares – enquanto seu crânio era lentamente esmagado. O primeiro a quebrar era o maxilar, e algumas dezenas de minutos depois, a morte, após dores lancinantes. O cérebro às vezes escorria pelo nariz, ou pelas orelhas no processo, podendo o método ser usado como tortura, caso o algoz escolha ficar horas parado, apenas fazendo perguntas.

EMPALAMENTO

Resultado de imagem para EMPALAMENTO

A vítima era colocada sobre uma estava grande e pontuda. O tempo entre o início da punição e a morte, levava em torno de três dias. Alguns carrascos tinham cuidado para que a estaca entrasse no ânus e só saísse acima do queixo da vítima, o que aumentava a dor da vítima.

DAMA DE FERRO

Resultado de imagem para dama de ferro tortura

Provavelmente o mais famoso e conhecido método de tortura medieval. A vítima era colocada dentro dessa câmara de madeira cheia de pregos e superfícies pontudas, que continha uma abertura para que se pudesse interrogar a vítima, ou enfiar facas. Os pregos de dentro da Dama não atingiam os pontos vitais, com o intuito de atrasar a morte do torturado. Geralmente as regiões furadas eram os olhos, braços, pernas, barriga, peito e nádegas.

O MAIS DESUMANO INQUISIDOR

Fanático. Cruel. Intolerante. Nos registros históricos, não faltam adjetivos depreciativos para definir o frei dominicano Tomás de Torquemada (1420-1498), o mais duro inquisidor de todos os tempos. Organizador do Santo Ofício espanhol, ele era confessor e conselheiro dos reis Fernando e Isabel. Em 1483, essa influência rendeu-lhe a nomeação de inquisidor-geral, responsável pelos 14 tribunais na Espanha e suas colônias. Logo de cara, autorizou a tortura para obter confissões, ampliou a lista de heresias e pressionou os reis a substituir a tolerância religiosa pela perseguição aos judeus e aos conversos. Resultado: ao final de sua gestão, mais de 170 mil judeus foram expulsos da Espanha e 2 mil pessoas viraram cinza nas fogueiras

A Inquisição passou, mas ainda hoje é lembrada, tanto por seus mortíferos e cruéis métodos de tortura e julgamento quanto por se tratar de uma instituição religiosa que devia levar seus fiéis mais próximo do seu Deus.

Foi depois da Inquisição Espanhola e de Portugal que a Igreja Católica Apostólica Romana foi perdendo seu poder sobre o Mundo, se tornando mais uma religião e não a predominante.

Espero que tenham gostado do artigo de hoje, não esqueçam de acessar nossas redes sociais e ouvir o programa Terror em Engelsblut na Web Radio Acidic Infektion todos os domingos, às 18h (Brasil).

Facebook: https://www.facebook.com/engelsblut.terror/

Twitter: https://twitter.com/terrorengels

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCAdm1eKAPYNoH5AppstDEIQ

Programa Terror em Engelsblut: https://www.acidicinfektion.com

Blogger: https://terroremengelsblut.blogspot.com.br

O Caso dos Irmãos Aragão – Brasil

Boa tarde queridos e queridas leitores e leitoras.

 

Hoje vamos falar sobre um caso não muito divulgado no Brasil quando ocorreu, mas que está repleto de simbolismo e teorias extremamente sobrenaturais.

Esperamos que gostem.

 

Ninguém sabe até aonde essa história é verdadeira, característica típica de uma lenda urbana. Mesmo assim, bastante interessante.

Manaus 18 de Junho de 2005, a polícia finalmente localiza os três irmãos Aragão, um fato que apesar de muito divulgado pela imprensa ganhou pouca repercussão nacional. Devido à falta de esclarecimentos das autoridades.

Dois dos irmãos foram encontrados mortos, de forma misteriosa, a segunda uma garota que tinha na faixa de dezoito anos, fora encontrada perdida vagando pelas matas, completamente despida. Fora cometida por uma espécie de loucura momentânea e hoje encontra-se sob tratamento psiquiátrico.

As notícias liberadas pela polícia eram absurdas e muito contraditórias. Nunca ninguém soube, de fato, o que havia realmente ocorrido.

Até o ano de 2008, quando uma suposta carta veio aparecer. Na tal carta o irmão mais novo da família Roberval faz uma espécie de reportagem, ele narra um fato, que poderia esclarecer o mistério ocorrido naquela data, mas a polícia nega a veracidade da carta.

Na carta eles relatam a existência de um gravador, os investigadores dizem que este gravador jamais existiu, mas muitos afirmam que ele, ainda hoje, encontra-se sob poder da polícia. A Família não confirma os fatos e desde 2006 não aparecem em público e já deixaram bem claro que jamais voltarão a falar sobre tal assunto…

Não se sabe ao certo como o conteúdo desta carta, que parece uma página do diário de um dos irmãos, chegou à internet, apenas sabemos tratar-se de um relato fascinante.

Eis aqui o conteúdo da tal carta:

(Manaus 15 de junho de 2005):

-19h12min
Eu Roberval Aragão dou início ao fato que sem dúvida irá mudar o rumo da humanidade. Eu e meus irmãos estamos a três anos nos preparando para este dia, e hoje iremos mudar o curso da história. Seremos ícones da religião moderna e de toda e qualquer seita ou ordem secreta.

-19h54min
Estamos nos dirigindo a uma cabana, que fica em uma região bem afastada de Manaus, mas especificamente na zona leste, fica logo após o bairro Jorge Teixeira, não sei ao certo o nome da localidade… Reinaldo foi quem tratou de encontrar o local, disse que ali era a localização perfeita para o ritual, tenho esperanças que tudo dê certo.

-20h22min
Estamos presos no trânsito, meu irmão está impaciente, Alicia nossa irmã do meio teve que desligar o celular. Meu pai tá enchendo o saco.

-23h12min
Chegamos! Demorou a beça, mas enfim chegamos… Agora temos que preparar o terreno.

-23h15min
Fui impedido de ajudar no preparo do local, que fique bem claro que meu irmão é um tirano. Acha que sabe de tudo, sendo que quem encontrou a forma de trazê-lo a nosso mundo fui eu. Que fique bem claro que ele acha que sabe como proceder, mas tudo que ele sabe fui eu quem ensinou.

-23h20min
O dia esta perfeito, temos uma linda lua nova o que representa o começo de um novo ciclo, a noite é quente e tudo que aqui for feito não morrerá e sim estará somente partindo em busca de um novo e real conceito.

-23h22min
Desculpa, deixa-me explicar no que consiste o ritual. Hoje iremos trazer a terra o grande Horthembrak, mas antes precisamos invocar um Djinn e por meio dele devemos chamar Horthembrak.
É um processo trabalhoso, mas tentarei explicar… Não temos muito tempo, então não irei esclarecer para vocês quem é Horthembrak ou o que é um Djinn, apenas vou explicar como invoca-los. Só espero que não tentem fazer isso sem o devido preparo, fizemos um longo estudo até chegarmos onde estamos:
Primeiro você tem que ter em mãos todo o material: Carvão preto, uma garrafa de vidro banhada em água com sal e folhas de pinheiro, quatro velas pretas, um livro da bíblia; este tem que também ter uma capa preta, texto do gênesis, um punhado de pó de carvão e não podemos esquecer da bússola. Após ter o material você deve desenhar com a pedra de carvão uma imensa letra “c” no chão, ele tem que estar quase fechando, ele deve ter apenas uma pequena abertura para que o líder do ritual possa entrar. Não esquecendo que esta entrada deve ficar em oposição a Jerusalém, e pelo mapa vejo que fica a sudoeste, não pise jamais na linha, isso traria conseqüências graves. Temos que localizar com exatidão o norte, o sul, o leste e o oeste e em cada ponto colocamos uma vela. Temos que colocar de pó de carvão na base, já que ele simboliza as cinzas. E antes de entramos no circulo devemos contorná-lo dezoito vezes no sentido anti-horário. Queime a página da bíblia Gênesis 1-6 onde fala sobre a criação do homem. Em seguida a pessoa que ficou dentro do circulo deve colocar os pés voltados para o sudoeste, ela deve ajoelhar-se e encostar a testa no chão e chamar pelo Djin do fogo, isto simboliza submissão.
Nos que ficamos fora do circulo principal, ficamos apenas protegidos por um circulo de sal e devemos seguir a invocação. Devemos falar algo em latim:

“FIRMAMENTUM IN MEDIO AQUARUM ET SEPARET AQUAS AB AQUIS, QUAE SUPERIUS SICUT INFERIUS, ET QUAE INFERIUS SICUT QUAE SUPERIU, AD PERPETRANDA MIRACULA REI UNIUS …. [ Obs do autor do post: CORTEI A PARTE RESTANTE PARA EVITAR QUE O POST SEJA BOMBARDEADO POR CRENTES FANÁTICOS, visto que não é religião o assunto tratado aqui]…blá blá blá, fim”

Nem sei o que significa, só sei que estudamos um monte para aprender todos os fonemas, não queria falar errado, meu irmão apenas me disse que não se trata de nada satânico, nem mesmo cristão e sim forças elementais, espíritos da vida. Não acreditamos em Deus ou Diabo, apenas nas forças cósmicas, energias da natureza e nos espíritos guardiões. Acredito que esse lance da bíblia e as referencias a Jerusalém, não passam de mero simbolismo.

-00h32min
-Enfim terminaram a preparação, garanto que se fosse eu, com certeza já teríamos terminado. Eles me chamaram, então, preciso entrar no meu circulo de proteção, mas não largarei meu caderno, muito menos o gravador, quero registrar tudo.

-00h37min
Meu irmão entrou no circulo e esta dando início ao ritual, Alicia pediu-me que parasse de escrever e me concentrasse no rito.

-01h27min
Ele esta parado com a testa no chão, não esta esboçando nenhuma reação, fiquei com medo que estivesse passando mal, há alguns minutos eles soltou uns gemidos esquisitos, como que de gravetos sendo quebrados, não estou com medo, apenas ansioso.

-01h44min
-Incrível, meu irmão está possuído, ele disse se tratar do próprio Horthembrak e não de um Djinn, disse que adoraria que eu escrevesse tudo o que ele falar. Estou me sentindo o homem mais importante do planeta.
O que escreverei agora não são palavras do meu irmão e sim do grande Horthembrak:
Horthembrak : A vida, bem podemos dizer que ela é apenas uma ilusão. Você vive durante anos, mas do que vale? Se você erra, será condenado ao fogo eterno. É assim que pensam os cristãos. Pura intrujice. Não existe inferno ou mundo das trevas, apenas existem dois pólos, duas escolhas e ambos senhores. Se você não agrada um, segue para servir o outro e se você agrada a este outro, como este poderia lhe fazer mal. Pensem bem, o inferno não é um local de tortura e sim uma nova espécie de paraíso, um lugar de regozijo para aqueles que nos agradam.
Eu: O que ocorre quando nossos espíritos ficam na terra atormentando as pessoas o que significa isso?
Horthembrak :(risos) Vocês são muito infantis. Acreditam mesmo que uma moça estuprada bate e atormenta as outras após a morte? Acham mesmo que isso é possível? Se ela estando viva, mal pode defender-se, por que agora depois de morta ela iria desenvolver tal força titânica. Cada alma segue seu rumo, os que ficam são espíritos ilusórios, eles adoram perturbar sua paz, conseguem imitar vozes e até mesmo trejeitos. Tentam através disso entrar em contato com vocês e quando conseguem, eles obtém o livre acesso.
Eu: Mas você não disse que demônios não são criaturas más?
Horthembrak: Não disse isso, demônios são seres inteligentes, muito mais inteligente que vocês, pois desafiaram a própria criação. Não vivemos como humanos. Vocês são como animais de estimação.

-02h54min
Ele disse que para obtermos sucesso e trazermos até nossa realidade, sua principal semente, ele deve fazer sexo com minha irmã, não concordei com isso, isso está passando dos limites, isso é contra a natureza, mas minha irmã concordou e por isso estou aqui fora do quarto aguardando os dois.

-03h15min
-Eles parecem ter terminado, minha irmã esta com uma cara de total insatisfação, não sei por que mas sinto nojo dela.

-03h44min
Eu desculad. As letras estão ilegíveis, não consigo escrever, só escrevo para pedir desculpa, desculpa a meu pai, desculpa a todos. Quero que fique claro que sou inocente, Deus sabe que sou.
Acabei de cometer uma monstruosidade, mas foi necessário, não tive culpa, não era ele.
Meu irmão de uma hora para outra começou a agredir Alicia ele batia violentamente em seu rosto. Tentei evitar, mas não consegui, com apenas um braço ele me atirou do outro lado da sala. Não vi alternativa… eu estava me defendendo e defendendo a vida da minha irmã.
Acertei aquele cano de metal na cabeça dele, entendam foi a única maneira de fazê-lo parar.

-..h..min
Não sei que horas são, meu relógio simplesmente parou, estou sentado no chão, espero que o dia amanheça, acho que assim essas coisas irão embora, meu irmão esta caído, desfalecido no chão. Minha irmã ainda esta desacordada, a sala esta fria, a pouco senti um medo incrível, um medo tão grande que cheguei a vomitar. Não sei o que esta acontecendo, as coisas fugiram do controle. Apenas protejo a mim e minha irmã, dentro do circulo de sal.

-..h…min
Desculpa se a tinta da caneta agora está vermelha. Ainda a pouco a caneta que usava flutuou a minha frente e simplesmente explodiu, como se houvesse uma bomba dentro dela. Não sei por que, mas não consigo parar de escrever. Acho que isso tem um real motivo. Acredito que eu talvez sirva de exemplo. Um péssimo exemplo

-..h..min
Parece maldição… não amanhece, estou com medo, já pensei diversas vezes em clamar pelo Deus dos cristãos, mas não posso fraquejar, tenho que mostrar para esse ser que sou mais forte. Clamei pelos espíritos guardiões.

-..h…min
Agora a pouco ouvi um som horrível. Estou apavorado, é como se houvesse uma multidão gritando e chorando do lado de fora da cabana. Não sei, estou apavorado.

-..h..min
Há três figuras negras paradas me olhando, eles tem olhos vermelhos, tentarei contata-los, direi a eles que estou aqui a seu serviço.

-..h..min
Agora a pouco senti a pior sensação da minha vida, os seres sumiram, ainda a pouco senti como se diversas larvas geladas tentassem subir em meu corpo, elas tentavam entrar em minha boca, era como se este ser tentasse me possuir. Não posso correr, minhas pernas não me obedecem, agora sei como uma pessoa paralítica se sente. Percebi que posso conter esses espíritos asquerosos, basta eu prender a respiração e eles não entram em mim.

-..h..min
Estou conseguindo, prendi a respiração por diversas vezes, eles se foram. Me deixaram em paz. Venci!

-..h…min
Ouço passos, enfim alguém veio em nosso socorro, quem sabe posso até salvar meu irmão…

Após três dias de busca foram encontrados os corpos dos dois irmãos. Reinaldo estava deitado na sala, com o corpo em forma de cruz e sobre seus pés havia um crânio de cachorro. Roberval foi encontrado deitado sobre os joelhos, sua face estava roxa, ele morrera de asfixia, a policia disse se tratar de suicídio. Uma forma meio exótica de se matar. Alicia fora encontrada nua correndo pela mata. Estava num avançado estado de desidratação.
Até hoje ninguém sabe que fim teve o caso, ninguém sabe se Alicia realmente ficou grávida ou teve sucesso com aquela invocação. Este caso permanece um mistério, muitos o escarnecem, dizem tratar-se apenas de um boato ou mera história. Já outras pessoas usam este caso como exemplo para outros jovens que um dia possam vir a ter este tipo de curiosidade.

 

Eai meus queridos, gostaram? Então não deixem de opinar e nos seguir nas nossas redes sociais!

 

Facebook: https://www.facebook.com/engelsblut.terror

Twitter: https://twitter.com/terrorengels

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCAdm1eKAPYNoH5AppstDEIQ

 

Maria von Mossau – A Freira condenada por ser “casada” com Satã!

Por Mianáahi Alberack.

 

Olá meus queridos, hoje venho contar a vocês algo verídico, é uma curiosidade e aconteceu no ano de 1699 na Alemanha sobre uma freira jovem que apenas com 19 anos foi condenada e executada por Heresia, bruxaria, Apostasia e Satanismo. Ficou curioso? Então vamos lá!

 

 

Renata entrou para o Convento de Unter-Zell na Bosaviera no ano de 1699 onde ficou muito conhecida por sua devoção religiosa, o problema é que logo a devoção foi descoberta como um casamento que ela tinha com satanás, segundo religiosos da época. Acredito que tenha acontecido na época uma má interpretação, até porque se nos dias de hoje existe a pessoas com a cabeça fechada ainda, imagine no ano de 1699. Mas vamos voltar a historia da irmã Renata. No ano de 1740 foi nomeada sub-prioresa.

Com aproximadamente seis anos depois, uma freira chamada Cecilia começou a ter convulsões e afirmou ter sido possuída por demônios e poltergeists . Logo os ataques se espalharam por todo o convento fazendo assim muitas freiras ter ataques histéricos. 

E para o azar de Renata uma delas morreu e antes disso em seu leito de morte acusou Renata de satanismo. A igreja levou a jovem Renata para uma sessão de exorcismo e durante o mesmo muitas freiras se beijavam, se jogavam no chão e uivaram se contorcendo como gatos raivosos, porem com a jovem Renata não aconteceu nada, foi em vão.

Semanas depois foi feita uma busca no quarto de Renata e foram encontrados venenos, pomadas e roupas estranhas. Então em uma confissão, Renata confessou ao padre Benedito que era Satanista e Bruxa, e que aos sete anos de idade tinha se entregue a Satanás fazendo uma cerimonia que segundo ela, ele havia preparado. Aos doze anos foi prostituta e durante este tempo nas ruas aprendeu magia e a fazer venenos. Como se não fosse  o bastante, contou também que em 1694 foi batizada em uma missa negra e que anos depois , no caso 1699 recebeu a missão de seu marido ( Satanás ) de entrar para o convento apenas com o intuito de eliminar as “Noivas de Cristo”. 

Afirmava ser uma alquimista talentosa e utilizou o veneno Aqua Tofana, criado por Giulia Tofana em Nápoles. Disse que se sentia arrependida, mas mesmo assim a igreja julgou-a e condenou-a por feitiçaria, heresia, bruxaria, apostasia e satanismo, depois entregou-a às autoridades seculares para que fosse executada. Foi decapitada e depois queimada em Junho de 1749.

 

Bom meus queridos, esta foi a curiosidade de hoje, gostaram? 

Deixem seus comentários aqui no blog e não se esqueçam, Sigam seus Instintos e Boa sorte!

The Vampire Diaries: A série de Vampiros, Lobisomens, Bruxas, Doppelgänger e outros Sobrenaturais

”A muitos séculos atrás, quando os povos antigos cultuavam as forças da natureza, Qetsiyah, uma bruxa muito poderosa, junto com seu grande amor, Silas, outro bruxo, decidiram fazer um feitiço para criar a poção da imortalidade e beberem juntos para que ambos vivessem um ao lado do outro para sempre. Porém, Silas estava apaixonado por uma outra mulher, Amara, melhor amiga de Qetsiyah, e bebeu com ela o cálice que continha a poção da imortalidade.

Quando Qetsiyah descobriu o que Silas fez, partindo seu coração, ela foi atrás de Amara para a matar, pois havia criado uma outra poção com a cura para a imortalidade. Após ter matado sua antiga amiga, cria, através de um poderosíssimo ritual, um véu entre o mundo dos vivos e dos mortos, apenas para seres sobrenaturais (na época, para ela e Silas). Silas conseguiu descobrir o plano de Qetsiyah e este impede-a de continuar o feitiço, a matando e prendendo-a neste véu, enquanto Silas foi aprisionado dentro de uma montanha, e com ele a cura para a imortalidade; a cura para o vampirismo, o tornando assim, o primeiro vampiro existente na Terra…” – Texto por Mal’akh C. Akberack (Terror em Engelsblut)

 

Boa noite meus queridos.

 

Diários de um Vampiro (The Vampire Diaries) é uma série de livros escrita pela autora L.J. Smith e que em 2009 se tornou uma série de televisiva americana com 8 temporadas (2016), pela The CW. A série, tanto os livros quanto a série de televisão, contam a história de Elena Gilbert (Nina Dobrev), uma jovem humana que vive na cidade de Mystic Falls, Virgínia, com seu irmão após seus pais terem se acidentado na estrada e morrendo. Nesta ocasião, Elena foi salva do carro que caiu em um lago por Stefan Salvatore (Paul Wesley) que é um vampiro.

Elena, com apenas 17 anos de idade, retorna para a escola após as férias de verão, e o ocorrido com seus pais, e tenta voltar a vida social normal. Lá, ela encontra Stefan e logo sente-se atraída por ele e é quando o irmão de Stefan, Damon (Ian Somerhalder) aparece em Mystic Falls.

A série, como eu havia dito, é adorada por alguns, mas outros não gostam. Antes de falar um pouco sobre cada uma das temporadas, vamos a alguns personagens marcantes da trama:

Resultado de imagem para elena gilbert vampiraElena Gilbert: considerada por muitos personagem principal da série (mas não é), Elena é uma jovem que perdeu seus pais num acidente de carro e vive com seu irmão Jeremy Gilbert. Antes de conhecer os irmãos Salvatore, Elena mantinha um romance com Matt Donovan, um rapaz de bom coração que trabalha no bar Mystic Grill da pequena cidade. Após conhecer Stefan Salvatore, começa um belo romance, mas que posteriormente acaba abalado, e esta corre para os braços do irmão Salvatore. Elena é uma duplicata (doppelgangger). Doppelgangger é uma pessoa identica a outra (mas idêntica mesmo: mesmos traços/fisionomia e etc) e Elena é de duas mulheres: Katherine Pierce – um dos antigos amores de Stefan Salvatore e Damon – e Amara (re-leiam o primeiro parágrafo rs). Após a 3ª temporada, Elena se torna uma vampira, transformada por Stefan após ela sofrer um acidente de carro no mesmo local que seus pais morreram.

Stefan Salvatore: Stefan é o que muitos consideram “crepúsculo demais”, pois Stefan se recusa a se alimentar do sangue de humanos, por isso se alimenta principalmente do sangue de animais pequenos, ou mesmo de bolsas de sanResultado de imagem para stefan salvatore vampirogue do hospital da cidade de Mystic Falls. Particularmente, um personagem singular, pois Stefan sempre mantem uma posição de “certinho” na frente de todos, mas quando este chega ao ponto de desligar sua humanidade, se torna o que muito chamariam de fera interior, pois não só se alimenta do sangue das pessoas, mas também as mata, sem qualquer ressentimento ou culpa. Foi transformado em 1864 pela sua amante, Katherine Petrova (Doppelgangger de Amara e Elena Gilbert) assim como seu irmão Damon. O primeiro humano que Stefan se alimentou/matou, foi seu próprio pai, quando este tentou matá-lo com uma adaga, mas acabou se ferindo e Stefan, no meio da transição de humano para vampiro, não conteve sua sede e acabou se alimentando e matando seu pai. Após o término de seu relacionamento com Elena, Stefan ficou só, tornando a voltar um relacionamento apenas na 6ª temporada com Caroline Forbes.

Damon Salvatore: Irmão mais velho de Stefan Salvatore, Damon é completamente diferente. Inconsequente, irresponsável, imaturo, desequilibrado e um pouco louco, pois parece que vive com a humanidade desligada, pois não se importa com o que faz as pessoas, se só bebe seuResultado de imagem para damon salvatore vampiro gif sangue ou as mata e larga-as em qualquer esquina de Mystic Falls. Damon passa toda a série Vampire Diaries bebendo e fazendo o que quer e quando quer sem que ninguém o impeça. Mas na temporada 4 (mais especificamente no 7º episódio) quando Stefan rompe com Elena, e ela começa um relacionamento amoroso com Damon, ele fica mais calmo, mais ciente das suas atitudes e muda “da água para o vinho”. Na 6ª temporada, como a atriz Nina Dobrev (Elena Gilbert/Katherine Pierce/Amara) deside largar a série, se dá um fim para a vida de Elena, o que faz com que Damon volte a seu antigo modo de vida; inconsequente, irresponsável, imaturo e desequilibrado.

Caroline Forbes: CarResultado de imagem para caroline forbes vampira gifoline é a melhor amiga de Elena Gilbert e da bruxa Bonnie Bennett (Kat Graham) e filha da xerife da cidade de Mystic Falls, Elizabeth Forbes (Marguerite MacIntyre) que acabou falecendo de uma doença comum, câncer encefálico (única pessoa da série que morreu de causa natural rs). Caroline, foi utilizada por Damon como “bolsa de sangue humana” quando estivesse com fome e ele dava-a sempre um pouco do seu sangue para que ela se mante-se forte, até que um dia, Katherine Pierce aparece em Mystic Falls e a mata sufocada com um travesseiro, e como tinha sangue de vampiro em seu organismo, voltou a vida como uma. Na 6ª temporada, descobre que através da magia da Convenção Gemini, está esperando dois filhos de Alaric Saltzman (Matthew Davis), após sua noiva morrer durante a cerimônia de casamento grávida.

Bonnie Bennett: Quando se Resultado de imagem para bonnie bennett bruxa giffala em bruxaria em The Vampire Diaries, a primeira pessoa que os personagens procuram é Bonnie Bennett. Amiga confidente de Elena e Caroline, Bonnie descobre seus poderes ainda com 17 anos e sua avô a ajuda a trilhar o caminho da bruxaria. Em diversas situações da trama, Bonnie foi essencial para que todos pudessem sair com vida. Bela, doce e um pouco ingênua, mas uma bruxa poderosa que morreu diversas vezes mais sempre conseguiu um jeito de voltar a vida e ajudar seus amigos. Bonnie se torna a âncora entre o mundo dos sobrenaturais criado por Qetsiyah (leia o primeiro parágrafo deste artigo) e todas as criaturas sobrenaturais do mundo devem passar por ela para que possam seguir rumo a um local melhor após a morte. Na 6ª temporada, Bonnie se torna o elo entre a sua vida e o sono de Elena Gilbert; enquanto Bonnie viver, Elena continuará em seu sono.

Bom, esses são algumas das personagens mais marcantes do The Vampire Diaries.

Na temporada 2, aparece um vampiro Original, Klaus Mikaelson, um dos primeiros vampiros que foram criados, juntamente com sua família, na cidade de Mystic Falls: Finn, Rebekah, Niklaus (Klaus), Ellijah e Kol. Klaus é o único vampiro híbrido na série (posteriormente Tyler Loockwood – interpretado por Michael Trevino – se torna também um híbrido de vampiro-lobisomem) e um dos mais poderosos.

Mas vamos a descrição das temporadas:

1ª Temporada:

A série segue a vida de Elena Gilbert, uma jovem estudante de 17 anos, que após perder seus pais em um acidente de carro, deve aprender a lidar com o luto e a tristeza. Elena se apaixona por um vampiro chamado Stefan Salvatore depois de conhecê-lo de vista na escola e mais tarde no cemitério da cidade. Elena e Stefan se apaixonam e começam um relacionamento. A vida de Elena começa a se tornar feliz novamente. Porém a relação dos dois acaba se tornando complicada com a chegada do cruel irmão mais velho de Stefan, Damon, que também é um vampiro. Ele retorna á cidade para se vingar de Stefan, pois o mesmo o compeliu a completar a transição para se tornar um vampiro séculos atrás, e para salvar sua amada Katherine Pierce da tumba na qual as Famílias Fundadoras da cidade (Fell, Forbes, Gilbert, Loockwood e Salvatore) supostamente prenderam e mataram todos os vampiros em 1864.

Ambos os irmãos começam a mostrar afeição por Elena, principalmente por causa de sua semelhança com Katherine. É revelado que Elena é uma cópia de Katherine e que a mesma enganou a todos nunca estando presa na tumba. Todos descobrem depois que foi Katherine quem provocou a morte de todos os vampiros da cidade em 1864. Katherine retorna à Mystic Falls no último episódio desta temporada, ela finge ser Elena e beija Damon. Katherine também ataca o tio de Elena, John Gilbert.

2ª Temporada:

Katherine retorna à Mystic Falls alegando o seu amor imortal por Stefan. Porém os irmãos duvidam de sua palavra, e com razão. Junto com Katherine, chega até Mystic Falls o misterioso Mason Loockwood, tio de Tyler. Damon insiste na ideia de que existe algo de sobrenatural com a família Loockwood, e descobre depois que todos os remanescentes da família descendem de lobisomens.

Katherine e Mason procuram um antigo artefato, a Pedra da Lua, que está sob a guarda da família Loockwood, para impedir um antigo inimigo. Enquanto isso, Damon e Stefan planejam a morte de Katherine. O terrível inimigo de Katherine chega á cidade, Klaus Mikaelson, um Vampiro Original (da família que deu origem á linhagem de vampiros). Ele planeja criar híbridos de lobisomem e vampiro, mas para isso acontecer ele deverá realizar o Ritual da Lua Cheia – onde uma bruxa deverá canalizar o poder da pedra da lua, e Klaus deverá beber todo o sangue de um vampiro, um lobisomem e de uma Doppelgangger, ou seja, o sangue de Elena. Damon e Stefan então se unem ao irmão de Klaus, Elijah, para salvar a vida de Elena. Stefan e Damon pedem para que uma bruxa faça um feitiço para salvar a vida de Elena ligando sua força vital ao seu pai biológico, John Gilbert. No final da temporada Katherine é feita prisioneira na casa de Klaus, o mesmo se torna um híbrido e começa a manipular Stefan.

3ª Temporada:

Klaus e Stefan seguem na estrada procurando por uma solução na criação de híbridos. Embora Stefan esteja sendo manipulado por Klaus, seu amor luta mais forte por Elena. No episódio 5, Klaus junto a sua irmã Rebekah Mikaelson, descobrem que para criar híbridos (criaturas metade vampiro e metade lobisomem) é preciso que os mesmos bebam o sangue de Elena, já que ela não morreu no Ritual da Lua Cheia que Klaus fez com ajuda de uma bruxa para tornar-se híbrido. No final da temporada, Elena e Matt sofrem um terrível acidente na Ponte Wickery, acidente este que foi provocado por Rebekah. Stefan, à pedido de Elena, salva a vida de Matt. Elena acaba se afogando e morrendo, e tendo sangue de vampiro no organismo, acaba voltando como vampira.

4ª Temporada:

A quarta temporada começa abordando a transformação de Elena em vampira após a mesma ter sofrido um acidente na ponte Wickery e morrido com o sangue de Damon em seu organismo. Agora ela tem que aprender a lidar com isso no mesmo momento em que todos descobrem que possivelmente há uma cura para o vampirismo. Klaus descobre que existe uma antiga fraternidade chamada “Os Cinco” na qual surgem caçadores que ganham habilidades e uma grande obsessão por matar vampiros. A princípio o caçador é Connor, mas quando este é morto por Elena, seu irmão Jeremy Gilbert passa a ser o caçador. Esse é um momento de extrema mudança no triângulo amoroso onde ao contrário de estar com Stefan porque ela o escolheu (Final da 3ª temporada) ela tem sentimentos mais fortes por Damon, descobre-se depois, que ela e Damon tem um elo, e isso é um fato muito incomum de acontecer. Então tudo torna-se ainda mais complicado, porque além de procurarem um modo de encontrar a cura, tentam ao mesmo tempo encontrar uma maneira de quebrar a ligação existente entre Elena e Damon. No meio de tudo isso, entra um novo personagem na trama, Atticus Shane, mais conhecido como professor Shane. Ele começa a ensinar uma nova forma de magia para Bonnie chamada de: Expressão. Mais tarde descobre-se que esse tipo de magia é mais perigosa que magia negra, e que pode até levar à morte quem a pratica. Agora o mapa que os levam a cura e a resposta de como manter Bonnie viva estão com Shane, que tem seus próprios motivos para querer entrar na tumba onde se encontram Sílas (o primeiro ser imortal do mundo) e a cura para o vampirismo. Elena, Stefan, Damon, Bonnie, Shane, Jeremy e Rebekah terão que embarcar nesta aventura que os levará à terras desconhecidas e traiçoeiras. Esta missão, porém é muito perigosa e poderá até mesmo custar suas próprias vidas. No final da temporada, Elena obriga Katherine a tomar a cura e se tornar humana. Damon e Elena ficam juntos. Bonnie morre durante a tentativa de trazer Jeremy de volta à vida. É revelado que Stefan é uma cópia de Silas. Silas tranca Stefan em um cofre e o joga em uma pedreira. Stefan se afoga e Silas volta para Mystic Fall’s para concluir seu terrível plano. Jeremy volta à vida.

5ª Temporada:

Depois de tomar a cura, Katherine luta para sobreviver. Elena e Damon iniciam um relacionamento. Silas quer a cura, e pra isso, terá que beber o sangue de Katherine. Tessa (Qetsiyah), uma bruxa que no passado foi traída por Silas e quer vingança, salva Stefan do cofre. Bonnie volta à vida como âncora para o Outro Lado depois que Amara, a duplicata original, morre. Tessa se mata após ver Silas ser morto por Stefan. Amara toma a cura que está no sangue de Silas e se suicida um tempo depois.

Katherine está morrendo, já que não tem mais a cura em seu corpo. Nadia aparece e revela-se sua filha. Nadia revela à Katherine que ela é uma viajante e pode viver dentro do corpo de qualquer pessoa. Damon reencontra Enzo, seu parceiro de cela em que ficavam por conta das experiências com vampiros feitas no passado pela sociedade secreta Augustine. Elena perdoa Katherine por todos os seus erros. Katherine morre, mas antes consegue executar o feitiço e entrar no corpo de Elena como uma viajante.

No episódio 15, é descoberto que o espírito de Katherine possuiu o corpo de Elena. Caroline; Bonnie; Matt; Damon e Stefan bolam um plano para atrair Katherine. Eis o plano: sequestrar Nadia, que está morrendo devido Tyler ter mordido seu braço, e levar ela até a mansão Salvatore. Stefan corta Katherine com a faca dos viajantes, libertando o corpo de Elena do espírito viajante de Katherine. Quando Elena volta a ter controle total de seu corpo, ela descobre que Katherine injetou em seu corpo um vírus que contém veneno de lobisomem, tal veneno é mortal para todos os vampiros. Enzo, através dos viajantes, consegue um antídoto e cura o corpo de Elena.

Todos os viajantes chegam em Mystic Fall’s com o objetivo de encontrar e matar uma duplicata recém-descoberta de Stefan, chamada Tom. Os Viajantes capturam Stefan e o mantém prisioneiro enquanto Caroline e Enzo são enviados para a cidade de Atlanta. Lá, eles encontram Tom, e Enzo o mata.

Com a última doppelganger de Stefan morta, restam apenas Elena e Stefan como o último par de duplicatas vivas no mundo. Os Viajantes planejam destruir uma antiga maldição lançada pelas bruxas que os proíbe de retirarem magia da natureza e de terem um local fixo para morar. Os Viajantes drenam o sangue de Elena e Stefan para usarem em um feitiço que destruirá a magia sobrenatural presente em todo o mundo, começando pela cidade de Mystic Fall’s, fazendo da cidade o novo lar dos viajantes. No final da temporada, a magia é retirada de Mystic Fall’s e de agora em diante apenas humanos poderão morar nela. O Outro Lado é destruído após a fuga do líder dos viajantes, Markos. Bonnie e Damon morrem e vão para uma dimensão desconhecida. Alaric volta à vida. Elena fica devastada pela morte de Damon. Tyler deixa de ser híbrido e volta a ser apenas um mortal com genes de lobisomem.

6ª Temporada:

Nessa temporada os personagens estão separados sem terem notícias uns dos outros. Elena fica viciada em Ervas Enfeitiçadas feitas por Luke, pois assim ela pode ter ilusões com Damon. Alaric, depois de voltar à vida (5ª temporada), tem que se acostumar com sua condição de vampiro original. Stefan tenta recomeçar uma nova vida com uma namorada e um trabalho novo como mecânico de carros. Jeremy tenta esquecer seu passado com Bonnie, dormindo com uma garota diferente a cada noite e se afundando nos vícios. Caroline fica preocupada com a situação de todos estes, incluindo Bonnie e Damon. Enzo é o único que tenta achar a solução para traze-los de volta, seduzindo bruxas atrás de alguma informação.

Enquanto isso, Damon e Bonnie, vivem em algum tipo de dimensão igual a Mystic Falls. Revivendo o mesmo dia (10 de maio de 1994) vezes e vezes sem conta. Enquanto os dois brigam e discutem, Kai, um jovem de uma família de bruxos também preso nesse lugar, tenta se aproximar dos dois em busca de sua liberdade e voltar para o mundo real. O rapaz nada mais é do que um assassino condenado a ficar preso em seu próprio inferno. Ele matou seus irmãos e assim foi condenado a viver pelo resto de sua vida por lá. Kai consegue trazer os poderes de Bonnie de volta e diz que ela é a única que pode salvá-los.

Elena, depois de tanto sofrer, não aguenta a perda de Damon e pede para Alaric controlar sua mente e fazê-la esquecer tudo de bom que ele já fizera ou o amor que tiveram. Assim ela continua sua vida seguindo em frente. Kai diz para Damon e Bonnie que eles três poderão sair daquela dimensão caso Bonnie consiga executar um feitiço sob um eclipse solar, usando um objeto místico chamado “ascendente”. Bonnie consegue enviar Damon de volta para o mundo real sozinho, enquanto ela permanece por lá para impedir que Kai fuja, pois este é uma ameaça para todos.

Com a volta de Damon para o mundo real, Elena fica confusa pois só se lembra dele como sendo um “monstro”, e recusa-se a ter as suas memórias de volta. Porém quando decide que ás quer Alaric já não pode lhe ajudar, pois ele acaba sofrendo um acidente de carro na fronteira de Mystic Falls, deixando de ser um vampiro original. No episódio 7, é revelado que Jo (a médica da universidade Whitmore e namorada de Alaric) é irmã de Kai. No passado, este a feriu com uma faca no estômago, deixando uma cicatriz terrível. No final da temporada, Kai mata Jo durante seu casamento com Alaric e lança um feitiço no corpo de Elena. É revelado que o tal feitiço liga a vida de Bonnie ao corpo de Elena, esta só poderá acordar caso Bonnie morra. Damon mata Kai arrancando sua cabeça; Caroline afirma não estar preparada psicologicamente para iniciar uma nova relação amorosa com Stefan devido a morte recente de sua mãe, a xerife Liz Forbes. Elena é colocada em um caixão; todos os seus amigos se despedem através de encontros em uma realidade paralela. Damon e Elena tem um último momento juntos.

A descricão da 7a Temporada, farei depois, juntamente com a da 8a Temporada.

kaique1Neste domingo, 22 de Janeiro, teremos um especial exclusivo da banda Massive Ego, com seu novo álbum que será lancado em 17 de Fevereiro, mas o Terror em Engelsblut e a webradio Acidic Infektion trazemos em primeira mão para o mundo, às 18h. Acessem acidicinfektion.com (ou acidicinfektion.radio.pt) e pelo App Tune In e ouçam!

Espero que tenham gostado, e até a próxima.

Dica de livros – Lord A:., Ítalo Guimarães e Cesar Bravo

Boa tarde meus queridos.

 

Trago para vocês mais um vídeo no nosso canal do Youtube, agora falando sobre os livros nacionais de Lord A:., Ítalo Guimarães e Cesar Bravo.

Lord A:. com seu livro Mistérios Vampyricos – A Arte do Vampyrismo Contemporâneo, lançado pela Madras Editora em 2014; Ítalo Guimarães com o Poker com o Diabo, lançado este ano pela Editora Garcia; e Cesar Bravo, que no mês de Novembro deste ano lançou seu incrível livro Ultra Carnem pela editora DarkSide Books, nossa parceira, que está encantando a todos os leitores da caveirinha mais adorada do Brasil.

Assistam ao vídeo e ouçam um pouco sobre os livros e na descrição do vídeo tem os links para compra dos livros.

Não deixem de se inscrever em nosso canal e dar aquela curtida para ajudar a gente 😉

 

Subconscious Cruelty – O Filme +18

Boa tarde queridos da REDEVAMP!

Eu e a Miaah estávamos pesquisando alguns assuntos interessantes/intrigantes e polêmicos para postar aqui para vocês e rever alguns filmes que pudessem gerar uma polêmica legal (rs) e encontramos um dos filmes que mais mexeu conosco. O nome é Subconscious Cruelty.

Filme extremamente chocante. O Terror em Engelsblüt e seus donos, assim como os donos do redevamp.com e seus parceiros não se responsabilizarão por danos psicológicos decorridos deste artigo.

“Toda vez que temos uma visão do subconsciente pessimista e que peca pelos extremos – temos uma visão excessivamente freudiana sobre o tema que contraria bastante o contexto Vamp. O filme me recorda os Teatros da Dor e o Teatro do Absurdo. São manifestações estéticas genuínas que abordavam temas assim em teatros marginais de Paris e na Europa” – Lord A:. E é com esta frase do amigo e irmão Lord A:. que vamos ao nosso artigo de hoje!

Subconscious Cruelty 

É um filme de terror independente escrito e dirigido por Karim Hussain e produzido por Mitch Davis. Foi filmado durante um longo período de tempo, a partir de fevereiro de 1994 a dezembro de 1999, e estreou no Festival de Cinema de Sitges em Sitges , Espanha , em 12 de outubro de 2000. O filme passou a tela em vários outros festivais, incluindo o Stockholm International Film Festival e Amsterdam Fantastic Film Festival , antes de ser lançado em DVD em 18 de abril de 2005. Tem a duração de 1h 32 min e não tem sinopse divulgada por ter sido proibido em vários países, incluindo o nosso Brasil.

Logo no inicio do filme nos deparamos com uma mensagem, que é mais ou menos assim: “Realidade… ela nos prende a um ciclo monótomo e mortal. Toma conta de nossos desejos e sonhos com inúmeros obstáculos que se ligam entre si, com cruel ironia. Tentamos nos esconder dessas inescapáveis verdade com mentiras, como o cinema, usa-las como um escudo para fugir. Um abrigo para nos proteger das dificuldade incessantes jogadas em nossos caminhos. Certos filmes podem tentar absorver nossa energia negativa em uma esperança de que talvez eles possam manter nossas mais obscuras emoções sob controle. Mas, infelizmente, somente a luz trêmula consegue pacificar nossos demônios por tanto tempo e será impossível ignorar a realidade humana muito mais terrível do que qualquer filme possa ter tentado retratar.” – Tirada da Internet

Bom, podemos entender que o filme tem a intenção desde o inicio: Retratar a mente humana da forma mais cruel, irônica e doentia possível… Não é o filme que faz isso existir, que torna o mundo horrível. É a realidade que, muitas vezes, nós queremos esconder. Ponto positivo para o filme. Outro ponto também que merece muito ser comentado é a trilha sonora. Eu adoro trilhas sonoras e a de Subconscious Cruelty é de abalar as estruturas… Magnifica.

Logo no inicio do filme, aparece a cena em que um homem semelhante a Jesus Cristo está com algo parecido com um cano de ferro em seu anus sendo forçado, claro que críticos religiosos já disseram que seriam a punição de homossexuais.

Mas vamos deixar esta parte pra depois, vamos entender o filme primeiro. O filme é dividido em histórias a parte por isso irei comentar como se fossem”episódios”, pois acredito que ficará mais fácil. para mim explicar e para vocês entenderem,

O primeiro deles é o: Ovarian Eyeball:  Conta a historia de um casal de irmãos que vivem em condições precárias. O menino é apaixonado pela irmã, que acredito que seja prostituta. E ao ver ela transando com outros homens ele começa a pensar na vida, e também a criar raiva, um ódio de mulheres gravidas. Neste caso, já pode se considerar que é mostrada a mente maluca e psicótica de alguém criado nestas situações. Ele mesmo afirma: “Minha vida, lentamente torna-se o que pode-se considerar um pesadelo uma visão cruel e violenta atrás da outra.. Imagens que foram construídas sobre uma ótica de depravação e horror. Mas eu adoro isso, adoro crueldade e tortura” . Te parece louco? Mas também não acha que é real? Podemos pegar vários casos de psicopatas praticantes de incesto que passaram por isso e até mataram sem remorso.  Imaginem quantos não são os casos de um homem que pensa assim? “Aprendo com essas visões que o monstro mais forte de todos o que causa mais dor, destruição e sofrimento nada mais é do que o próprio ser humano” . E tudo isso vai piorando ao decorrer dos meses de gestação da irmã, pois ele mata ela e o bebe de tanto ódio.

 

Agora vamos para a cena de  Man Larvae: Essa parte eu achei mais difícil de entender. O filme não passa de pessoas se esfregando e fazendo… amor? Com a natureza. Numa das cenas a mulher quebra um galho que sangra como não sei o que. É bem confuso e estranho, mas acredito que queira passar a imagem de que nós fazemos parte da natureza. Essa parte não tem falas o que dificulta um pouco o que eu posso escrever, mas acredito que conteúdo seja melhor que volume e, como não sou lá essas coisas em entendimento da mente louca humana, não tenho nenhuma outra observação sobre essa parte.

 

Temos a Rebirth – Neste terceiro segmento, um grupo de pessoas nuas rolam sobre lama e sangue, em mais um segmento sem sentido e asqueroso. Foi a cena que mais se surpreendeu, fiquei de boca aberta e um tanto sem reação, pois entra um pouco na sua cabeça.

 

 

E a ultima cena é de  Right Brain/Martyrdom: # ATENÇÃO SE VOCÊ É RELIGIOSO, NÃO  ASSISTA O FILME #  Pois nesta ultima parte mostra a vida de um padre ( um religioso ), e ironiza diretamente os católicos. O Padre começa a se masturbar, mas sabemos que padres são homens ( e eu sinceramente não entendo este TABU, mas foda-se shus). O filme mostra mais do que eu poderia explicar, acredito que esta seja a cena de mais fácil compreensão. Tem uma parte em que  usam o crucifixo. No filme o lado direito   (que é a parte do cérebro que comanda a razão) faz uma afirmação dos medos que muitos tem, mas ninguém, no fundo,admite: “Você usa esse simbolo por medo. Os ideais por trás dele não são o que Deus queria. Você usa-o por respeitabilidade.

*******

Este é um filme doentio, perturbador, nojento e que exige muita atenção e mente aberta. Eu recomendo , porém ele não é fácil de ser encontrado e infelizmente só consegui pelo Youtube porém com restrição de idade e sem legenda. Vejam clicando aqui -; Subconscious Cruelty Filme Completo ( Mas no youtube tem um que também é completo e tem legenda, porém a legenda é em espanhol).

Acredito que na última cena, nos últimos minutos os religiosos vão pirar. Mas é um filme fantástico, claro, mostra realmente um pouco da mente humana.

Mas então, você viu o filme no link acima? Gostou? Deixe seu comentário aqui 😉

Não deixem de curtir nossa página no Facebook, sigam-nos no Twitter e se inscrevam no nosso canal do Youtube! E amanhã temos mais uma edição do programa Terror em Engelsblüt em acidicinfektion.com à partir das 18h até às 20h. Não percam!

 

E nunca se esqueçam, Sigam seus instintos… e Boa Sorte! 

 

dancers-after-dark